Versão Impressa

Jornal A Hora

Pensar Cidades - Estrela

Publicada em 20/05/2016

Desafios para o turismo

Escadaria, criação de uma rota de bebidas e investimentos em esportes de aventura são ações previstas

Crédito: Anderson Lopes Reconstrução da escadaria à beira do Rio Taquari devolveu à Estrela um dos marcos da história e da cultura do povo local. Resta mais uma etapa de obras
Reconstrução da escadaria à beira do Rio Taquari devolveu à Estrela um dos marcos da história e da cultura do povo local. Resta mais uma etapa de obras

Atrair turistas virou uma das metas do Executivo de Estrela. Responsáveis pela Secretaria de Turismo, a turismóloga Ângela de Castro e o guia turístico Antônio Veloso inovam e estudam projetos para tornar a cidade de 140 anos atrativa aos visitantes.

Um dos exemplos desse interesse são os investimentos de R$ 400 mil na reforma da Escadaria – ponto turístico construído em 1924. Em março do ano passado, a administração municipal inaugurou a primeira etapa das obras, com o desaterramento das escadas, construção de muros laterais e aquisição de estátuas.

Neste ano, o Executivo trabalhou para finalizar o prédio de uma cafeteria. O espaço será locado para terceiros, por meio de licitação. Resta ainda o ajardinamento (terceira etapa) para a reforma da Escadaria ser concluída.

Conforme Ângela, o local é um dos mais visitados na área urbana de Estrela. “Nos fins de semana está sempre cheio. O movimento maior é de estrelenses. Mas também há pessoas de fora que v~em para conhecer o pier e bater fotos.” No futuro, a turismóloga informa o interesse de se realizar esportes náuticos na Escadaria.

Outra atividade que ganha status estadual é a programação natalina de Estrela. No ano passado, a cidade do Vale do Taquari foi eleita a terceira mais iluminada do RS, perdendo apenas para municípios da Serra Gaúcha.

Mais atrativos na Delícias da Colônia

Considerado um dos roteiros turísticos mais antigos do Vale, o Delícias da Colônia passa por Estrela, Colinas e Imigrante. Ele foi idealizado em 2002 pelo guia turístico Veloso e pela então turismóloga estrelense, Juliana Jasper.

Primeiro passeio ocorreu no dia 13 de abril. Veloso enaltece o desenvolvimento do projeto no decorrer dos últimos 14 anos. “Hoje somos o roteiro que mais atrai turistas na região. Recebemos mais de 30 mil visitantes só no ano passado.”

Em Estrela, estão três dos sete pontos de parada do Delícia da Colônia (Recanto do Avestruz, Alambique Berwanger e Sirlei Chocolates). Veloso também costuma levar os visitantes para conhecer a Escadaria no início ou fim do percurso.

A Secretaria de Turismo estuda a possibilidade de implementar a rota ou criar um novo roteiro apenas com bebidas. Conforme Ângela, o Delícias da Colônia já tem o Alambique Berwanger, em Estrela, e a Bella Cantina, de Imigrante, com vinho. Ideia é acrescentar uma vinícola de Imigrante e um ponto de consumo de cerveja artesanal. “Estrela está se destacando pela cerveja artesanal. Temos mais de 30 cervejeiros aqui no município.”

Esportes de aventura

A constante procura por esportes diferenciados chama a atenção dos responsáveis pelo turismo de Estrela. Em fevereiro deste ano, durante o Viva Verão, uma parceria entre a Off Aventura e o Executivo ofereceu passeios de tirolesa no Parque Princesa do Vale. A ação foi considerada satisfatória, destaca Ângela.

Intuito é realizar mais atividades como a tirolesa, arborismo (prática esportiva em que o participante caminha por estrutura montada entre as copas das árvores) ou trilhas. “Percebemos que esses esporte sde aventura atraem o público jovem e queremos investir nisso.” Em setembro, os projetos devem ser executados.

Trem Turístico travado

Há dez anos, a Secretaria de Turismo está engajada no projeto do Trem Turístico (passeio de Estrela a Guaporé). Com previsão de R$ 1 milhão em investimentos, o projeto não sai do papel devido à burocracia.

Último entrave foi a fusão da Rumo com a ALL – fato ocorrido em fevereiro de 2015. “Todos os documentos que havíamos mandado e solicitado eles nos pediram tudo de novo,” lamenta Ângela.

Outro transtorno para Estrela é a falta de uma estação. A municipalização do Porto ramita junto à Superintendência de Portos e Hidrovias (SPH). Objetivo é montar um complexo no local, com pontos de alimentação e até hotel nas proximidades. Na cidade, também precisam ser reformados os 13 quilômetros de trilhos entre o Porto e Colinas.

Obelisco na Transanta Rita

A construção de um obelisco luminoso na entrada da Transanta Rita, pela BR-386, foi aprovada pela câmara de vereadores para o orçamento de 2016. A obra está orçada em R$ 30 mil. “Não havia nenhuma sinalização de que lá é uma das entradas de Estrela. Queremos que as pessoas passem por lá, até para desafogar o trânsito na entrada principal,” conta Ângela.

Outro ponto turístico conhecido de Estrela é a Cascata Santa Rita. Por ser Área de Preservação Permanente (APP), Ângela destaca que o Executivo não consegue “investir em melhorias necessárias para atender o turista no verão”. Entretanto, informa que a Secretaria de Turismo estuda uma parceria para implantar um estabelecimento nas proximidades.

“Nós temos potencial, mas o potencial não é um produto.”

Quais os pontos fortes do turismo estrelense?
Ângela de Castro – Nesta nova gestão, o prefeito quis tirar o turismo da estagnação. Então, a gente teve a reinauguração da Escadaria, um dos nossos pontos turísticos mais visitados da zona urbana. Muito destacada em Estrela também tem sido a programação de Natal. Estamos iluminando toda a cidade e fazendo bastante shows. A repercussão é em âmbito estadual.
E quais os fracos?
Ângela – O que a gente sente dificuldade é que a Secretaria de Turismo, em todos os municípios, não é a secretaria de ponta. A gente não tem dinheiro para investir. Temos que correr atrás do governo, ou via LIC (Lei de Incentivo à Cultura) ou Rouanet para os projetos. Senão o município, em si, não tem dinheiro para investir.

Então essa é uma das maiores deficiências. Nós temos potencial, mas o potencial não é um produto. O produto tem que ter estrutura, ser planejado e bem desenvolvido para poder receber bem.

Notícias relacionadas
Encantado

Família relembra história da imigração

Descendentes de Teresa e Matteo Piccinini promovem encontro em Encantado

Comportamento

Drible o estresse antes do casamento

De forma prática, o caderno Você traz, no mês das noivas, algumas dicas importantes que garantirão a … Leia mais

Entretenimento

Sociedade, cultura e entretenimento

Experimentar para conhecer Difícil encontrar alguém que não gosta de viajar. Desperta sentimentos únicos e… Leia mais