Versão Impressa

Jornal A Hora

Lajeado

Publicada em 21/04/2017

Escola Fernandes Vieira completa 90 anos

Encontro de Grafiteiros embeleza muro e homenageia comunidade escolar

Crédito: Anderson Lopes Escola tem 90 anos de história e formou alunos que hoje são destaque na região nos meios de comunicação
Escola tem 90 anos de história e formou alunos que hoje são destaque na região nos meios de comunicação

No domingo, a Escola Estadual Fernandes Vieira completa 90 anos de fundação. Entre as principais atividades, está o 2º Encontro de Grafite, que inicia às 9h. Onze artistas Porto Alegre embelezam o muro dos fundos da escola, na rua Júlio May.

A programação continua no dia 13 de maio, quando ocorrem apresentações artísticas e palestras com convidados, alguns ex-alunos como os comunicadores da Rádio Independente Jacy Pretto e Renato Worn.

Na ocasião, os alunos darão um abraço simbólico na escola. Haverá ainda um café coletivo com produtos trazidos por pais e professores.

A coordenadora pedagógica e vice-diretora, Roseli Zaleti dos Santos Soares, está na escola faz três.

Afirma que a realidade dos alunos é complicada, mas a participação dos professores é bastante ativa. “Melhorou bastante. Há mais investimentos, mas sempre falta verba.”

Com 25 anos de magistério, Roseli percebe a diferença na relação aluno-escola. Para ela, a participação familiar está cada vez menor. “Muitos pais estão terceirizando a educação à escola. Antes os pais educavam e a escola ensinava. Hoje esperam que a escola adote as crianças.”

Para a coordenadora, a escola precisa cumprir o papel de ensinar, mas isso fica prejudicado, pois gasta muito mais tempo na resolução de conflitos. “Tenho muitos pais ativos que colaboram, mas muitos não. A gente se torna até psicóloga.”

Alunos diferentes

Para Worn, a educação hoje é o oposto do que era na época. Assim como a coordenadora pedagógica, afirma que os pais devem educar os filhos e a escola, ensiná-los. “A autoridade do professor era grande. Havia disciplina e respeito por parte do aluno.”

Lembra de quando algum aluno era suspenso da aula e só podia voltar com os pais. “Podia ter certeza que o pai e a mãe estavam no outro dia porque o aluno não tinha coragem de não dar o recado.”

Recordações de ex-aluno

O radialista e comunicador Renato Worn estudou do 1o ao 5o ano na Fernandes Vieira. Depois de trabalhar e entrar no quartel, voltou, em 1977. Então estudou da 7a à 8a série. Nesses períodos, alguns fatos marcaram. “Lembro que em 1964 vi muitas crianças sendo mandadas embora pelos professoras porque tinha estourado a ditadura militar. Todos nós fomos mandados para casa.”

Para ele, mesmo que as crianças não tivessem nada a ver com a política, tampouco faziam ideia do que estava acontecendo, a escola fora atingida. “Bateu o pavor nos colegas.”

Na segunda passagem de Worn pelo educandário, ele e o outro comunicador, Jacy Pretto, organizaram o baile de 50 anos da escola. A festa ocorreu onde hoje é o Restaurante Caixeiral. O dinheiro do caixa possibilitou a construção do muro. “Até então era tudo aberto.”

No baile do cinquentenário, Pretto era o presidente do Grêmio Estudantil e Worn, o vice. No ano seguinte, Worn assumiu a presidência. Na época, conta, que o Grêmio atuava em favor da escola, mas pouco para o aluno em si.

Notícias relacionadas
Viagem

Laços renovados nas águas salgadas de Alagoas

Casal estava em dúvida entre o litoral brasileiro e a Argentina. Escolha foi baseada no estilo de vida dos … Leia mais

Lajeado

Rotary lança 22ª edição do Jovens Poetas

Estudantes do 1º ao 4º participam com desenhos. Demais devem inscrever poesias

Garibaldi

Festival Colonial congrega folclore e gastronomia

Considerado um dos eventos gastronômicos mais importantes da Serra Gaúcha, o Festival Colonial Italiano … Leia mais