Versão Impressa

Jornal A Hora

Vale do Taquari

Publicada em 21/04/2017

RGE religa energia elétrica no shopping

Centro comercial ficou parcialmente às escuras entre terça e quinta-feira

Crédito: Rodrigo Martini Nessa quinta-feira à tarde, RGE-SUL esteve no local para religar a luz
Nessa quinta-feira à tarde, RGE-SUL esteve no local para religar a luz

O Shopping Lajeado registrou problemas no abastecimento de energia elétrica durante algumas horas entre terça-feira e quinta-feira. Diversos lojistas encerraram as vendas antes do horário habitual. Em alguns estabelecimentos, a luz foi mantida por meio de geradores. O problema atingiu, principalmente, as lojas do 1º andar.

Nessa quinta-feira, por volta das 16h, funcionários da RGE Sul foram até o local para religar o abastecimento de energia. Lojistas confirmam que foi esse o horário em que o sistema de iluminação voltou a funcionar a pleno no local.

Em nota oficial encaminhada na quarta-feira para a imprensa, a Globalmalls, empresa administradora do shopping, informou que a queda de energia ocorreu em função “da grande inadimplência de alguns lojistas”. Cita que o fornecimento de energia foi cortado na manhã de terça-feira, e que até a noite de quarta-feira a luz foi “mantida por meio de geradores, para os quais o Shopping Lajeado está comprando o óleo diesel.”

Ainda de acordo com a nota, na quarta-feira à noite “houve um problema com um dos geradores que supria a energia das lojas do primeiro andar e cinema”. Conforme a Globalmalls, foram “problemas técnicos”. A administradora do shopping informou também que buscava regularizar a situação e arrumar o gerador “ainda nesta quinta-feira.”

Por fim, a Globalmalls cita que “a luz da Praça de Alimentação não foi afetada, e empresas que têm gerador próprio, como Renner e o supermercado Rissul, seguiram funcionando.”

Hoje o Shopping Lajeado tem 36 lojas abertas – incluindo o mercado –, 15 estabelecimentos de gastronomia, e ainda área de jogos e lazer para crianças. A maioria desses empreendimentos funciona de segunda a sábado, das 10h às 22h, e aos domingos das 13h às 19h.

Problema recorrente

Matéria publicada em fevereiro já tratava sobre os riscos de quedas de energia. Na época, o advogado da Associação dos Lojistas do Shopping Lajeado, César Bublitz, confirmou a possibilidade de o prédio ser leiloado para quitar dívidas do M.Grupo, empresa que comprou o antigo UniShopping. Entre os problemas verificados, havia dívida de quase R$ 1 milhão com a RGE-Sul.

Notícias relacionadas
Vale do Taquari

Audiência expõe ausência de políticas públicas para o leite

Debate da Assembleia Legislativa ocorreu ontem, na Univates

Lajeado

Município muda sistema de pavimentação

Projeto é reencaminhado ao Legislativo e pode ir à votação na sessão de hoje

Lajeado

Uso das gavetas traz dilema ao governo

Resta uma vaga no cemitério do Florestal. Prioridade será para associados das igrejas