Versão Impressa

Jornal A Hora

Vale do Taquari

Publicada em 21/04/2017

RGE religa energia elétrica no shopping

Centro comercial ficou parcialmente às escuras entre terça e quinta-feira

Crédito: Rodrigo Martini Nessa quinta-feira à tarde, RGE-SUL esteve no local para religar a luz
Nessa quinta-feira à tarde, RGE-SUL esteve no local para religar a luz

O Shopping Lajeado registrou problemas no abastecimento de energia elétrica durante algumas horas entre terça-feira e quinta-feira. Diversos lojistas encerraram as vendas antes do horário habitual. Em alguns estabelecimentos, a luz foi mantida por meio de geradores. O problema atingiu, principalmente, as lojas do 1º andar.

Nessa quinta-feira, por volta das 16h, funcionários da RGE Sul foram até o local para religar o abastecimento de energia. Lojistas confirmam que foi esse o horário em que o sistema de iluminação voltou a funcionar a pleno no local.

Em nota oficial encaminhada na quarta-feira para a imprensa, a Globalmalls, empresa administradora do shopping, informou que a queda de energia ocorreu em função “da grande inadimplência de alguns lojistas”. Cita que o fornecimento de energia foi cortado na manhã de terça-feira, e que até a noite de quarta-feira a luz foi “mantida por meio de geradores, para os quais o Shopping Lajeado está comprando o óleo diesel.”

Ainda de acordo com a nota, na quarta-feira à noite “houve um problema com um dos geradores que supria a energia das lojas do primeiro andar e cinema”. Conforme a Globalmalls, foram “problemas técnicos”. A administradora do shopping informou também que buscava regularizar a situação e arrumar o gerador “ainda nesta quinta-feira.”

Por fim, a Globalmalls cita que “a luz da Praça de Alimentação não foi afetada, e empresas que têm gerador próprio, como Renner e o supermercado Rissul, seguiram funcionando.”

Hoje o Shopping Lajeado tem 36 lojas abertas – incluindo o mercado –, 15 estabelecimentos de gastronomia, e ainda área de jogos e lazer para crianças. A maioria desses empreendimentos funciona de segunda a sábado, das 10h às 22h, e aos domingos das 13h às 19h.

Problema recorrente

Matéria publicada em fevereiro já tratava sobre os riscos de quedas de energia. Na época, o advogado da Associação dos Lojistas do Shopping Lajeado, César Bublitz, confirmou a possibilidade de o prédio ser leiloado para quitar dívidas do M.Grupo, empresa que comprou o antigo UniShopping. Entre os problemas verificados, havia dívida de quase R$ 1 milhão com a RGE-Sul.

Notícias relacionadas
Lajeado

Após explosão, estrutura de prédio será reforçada

Prédio continua interditado até conclusão dos reparos. Vítima está em estado grave em hospital da capital… Leia mais

Vale do Taquari

Acabou dinheiro para as reformas, anuncia Dnit

Departamento alega não ter dinheiro para investir em manutenção na BR-386 até o fim do ano

Lajeado

Casa histórica vai a leilão por R$ 53 mil

Lances serão recebidos no próximo dia 18