Versão Impressa

Jornal A Hora

Vale do Taquari

Publicada em 17/06/2017

Procissões mantêm viva tradição cristã

Católicos expressam religiosidade e importância da comunidade na formação regional

Crédito: Gisele Feraboli Cerca de 400 pessoas participaram da celebração na comunidade de Santo Agostinho
Cerca de 400 pessoas participaram da celebração na comunidade de Santo Agostinho

Tradicional na celebração de Corpus Christi, Estrela registrou o dia santo com mais cor neste ano. Cerca de cem pessoas se envolveram nas atividades com confecção e distribuição de tapetes pelas principais ruas da cidade. Há quase 15 anos o município não fazia esse tipo de intervenção. Cada uma das 17 comunidades da Paróquia Santo Antônio ficou encarregada de 20 metros. Além disso, mais ou menos mil pessoas participaram da missa na Igreja Matriz. Na sequência, os fiéis saíram em procissão.

O pároco Neimar Schuster lembra que a comunidade já estava no ritmo, em função do Dia de Santo Antônio (13), padroeiro da cidade. “Estamos celebrando a vida comunitária intensamente há praticamente duas semanas. Tudo ocorreu muito bem: o tempo ajudou e a comunidade se realizou na confecção de tapetes”, diz. A ornamentação das ruas iniciou às 4h. Mais de 300 metros de tapetes enfeitaram a área central da cidade.

O aposentado José Otomar Mallmann, 63, sempre morou em Estrela e nunca perde a celebração de Corpus Christi. Ele auxiliou na coordenação das equipes de comunidades durante a confecção dos tapetes. “Este ano foi uma empolgação total. Para mim, foi uma das coisas mais emocionantes. Foi um trabalho muito bom entre as equipes, e espero que continue”, diz.

Na praça, o padre expôs o Santíssimo, caminhou sobre os tapetes e abençoou os fiéis
Na praça, o padre expôs o Santíssimo, caminhou sobre os tapetes e abençoou os fiéis
Crédito: Marieli Rosa

Em Encantado, a comemoração católica também alterou a rotina da cidade. A moradora do bairro Jardim da Fonte, Nilse Frare, foi uma das voluntárias na confecção de tapetes na Igreja Santo Agostinho. Faz vários anos ela participa das celebrações, mas desta vez quis fazer algo diferente. Por volta das 6h ela já estava em frente à igreja, no bairro Planalto, junto às mais de cem pessoas de diversos grupos. “É muito bom e gratificante poder fazer isso. A gente se sente bem. No próximo ano, pretendo ajudar novamente”, diz.

Cerca de 400 pessoas participaram da missa e da procissão na comunidade encantadense.

Voluntariado

Ainda era muito cedo quando dezenas de pessoas chegaram à quadra coberta da Praça da Bandeira, em Taquari. Como já é tradição, no feriado de Corpus Christi os tapetes foram confeccionados por representantes de escolas e entidades do município.

Para a coordenadora do Lar São José, Berenice Reis, 53, esse momento significa fortalecer os valores de fé, de amor a Cristo. “É um momento de muita integração entre as pessoas, todos unidos por uma causa”, salienta.

A supervisora escolar da escola Osvaldo Ferreira Brandão, Maria da Graça Reichenbach, 59, diz que é um momento de reflexão e de união.

A missa de Corpus Christi na Igreja Matriz começou às 10h, presidida pelo pároco Gastão Zart. Após a celebração, os fiéis seguiram em procissão pela rua Osvaldo Aranha, até os tapetes, na Praça da Bandeira. No local, o padre expôs o Santíssimo, caminhou sobre os tapetes e abençoou os fiéis.

Notícias relacionadas
Faça você mesmo

Transforme seu tapete em uma peça antiderrapante

Poucas coisas são tão chatas – e até mesmo perigosas – no lar quanto um tapete que derrapa quando voc… Leia mais

Fala, doutor

Ausência da menstruação pode ser amenorreia

Síndrome ataca mulheres na idade fértil e meninas antes da primeira menstruação

Menu Especial

Bobó de frango com batata

Durante os próximos meses, o caderno VOCÊ. vai deleitar os leitores com receitas bem brasileiras e super … Leia mais