Versão Impressa

Jornal A Hora

Arqideias

Publicada em 15/07/2017

Arquitetura que virou cartão-postal

Prédio que abriga a biblioteca e o Teatro Univates redesenha a paisagem do bairro Universitário

Crédito: Divulgação/Univates O centro evidencia um contorno de chapas metálicas com papel fundamental de guiar o usuário à sua entrada.                       A imagem, moderna e leve, dá uma sensação de movimento
O centro evidencia um contorno de chapas metálicas com papel fundamental de guiar o usuário à sua entrada. A imagem, moderna e leve, dá uma sensação de movimento

O Centro Acadêmico da Univates atrai olhares tanto dos moradores do Vale do Taquari quanto dos visitantes que chegam à região. Localizado no bairro Universitário, em Lajeado, e com assinatura da Tartan Arquitetura e Urbanismo, o projeto tem um espaço generoso dividido entre biblioteca, teatro e espaço de convivência ao ar livre.

Na composição plástica externa, a imagem de maior impacto é uma caixa revestida de chapas metálicas que abriga o acervo da biblioteca. Quem olha por fora tem a impressão de que a estrutura flutua.

O projeto da Tartan deu vida aos dois espaços de entretenimento e cultura de forma inusitada e bastante eficiente. O primeiro detalhe é o cruzamento de dois eixos conceituais, que representam a passagem do tempo e a comunidade berço da instituição.

Por fora, instigante, por dentro, acolhedor. O prédio evidencia um contorno de chapas metálicas com papel fundamental de guiar o usuário à sua entrada. O acervo é o protagonista da paisagem. A imagem moderna, leve e que dá sensação de movimento contrasta com a imagem estática da biblioteca e do teatro tradicional.

Além das questões formais e conceituais, ganharam importância soluções baseadas na sustentabilidade e, dessa forma, o espaço funciona sem perder o espírito da dimensão poética proposta pelos espaços. Terraços, jardins horizontais e verticais, fachadas ventiladas e a constante presença da água nos espaços externos auxiliam na diminuição da incidência solar direta e produção de calor.

A biblioteca tem cinco andares, em um total de 5.1062,45 metros quadrados. No espaço, há um miniauditório com 50 lugares e uma sala de estudos coletiva com 26 lugares, além de todo o acervo da instituição. Os ambientes são iluminados e têm a temperatura mantida por meio de automação.

O teatro tem uma área total de 3.172,81 metros quadrados, dividida entre plateia, bilheteria, cafeteria, camarins e áreas de estar. O piso do palco é todo modulável e removível. A boca de cena é destaque e tem 16,85m com profundidade de 12m.

A área externa mede mais do que metade do projeto inteiro. Com 9.501,34 metros quadrados, evidencia praças com espaço aberto, áreas de estar e leitura, espelho d’água, memorial dos ex-alunos e estacionamento. A acessibilidade de portadores de deficiência é assegurada em todos os ambientes, por meio de rampas e elevadores.

Arqideias / Curta no Facebook | Acesse o site

 

Notícias relacionadas
TRADIÇÃO DOS IMIGRANTES

Coral festeja renovação aos 60 anos

Encontro ocorre no domingo, na comunidade evangélica, a partir das 10h, seguido de almoço de integração

Teutônia - cultura

Teutoarte encerra com premiação

Com o tema “A vida tomando forma”, evento enalteceu talentos locais e regionais

Santa Clara do Sul - Vida dedicada à fé

Padre Zeno celebra jubileu de ordenação

Missa comemorativa ocorre no domingo, na Igreja Matriz de Santa Clara do Sul