Versão Impressa

Jornal A Hora

Lajeado

Publicada em 13/09/2017

Lajeado e CDL inovam e lançam concurso de Natal

Campanha Natal do Coração pretende integrar a comunidade na decoração

Crédito: Carolina Chaves da Silva Presidente da CDL e prefeito destacaram as inovações da campanha
Presidente da CDL e prefeito destacaram as inovações da campanha

O período mais importante para o comércio terá, neste ano, uma força extra. Lançada ontem, a campanha Natal do Coração integra promoções comerciais e culturais, com o objetivo de recuperar o envolvimento da comunidade com a data e consolidar Lajeado como a cidade-polo para compras na época natalina.

O planejamento do projeto é feito faz cerca de dois meses por voluntários, servidores do governo e lojistas, que dividiram as responsabilidades. A decoração ficou por conta da administração municipal, enquanto a chegada do Papai Noel e a campanha Lajeado Brilha ficaram a cargo da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL).

Para atrair os moradores, o grupo desenvolveu pelo menos duas novas propostas em relação ao Natal dos anos anteriores. Uma delas é o concurso de decoração. Coordenado pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Agricultura, terá duas categorias: residencial (casas e prédios residenciais) e vitrina/fachada (lojas e empresas).

Os participantes devem enviar três fotos das decorações, entre 30 de outubro e 1º de dezembro, que serão avaliadas inicialmente por uma comissão. As 15 melhores, de cada categoria, passam para a escolha do público no Facebook da prefeitura. As três mais votadas recebem premiação em dinheiro.

“Precisamos trazer de volta o espírito natalino para a cidade. Ficou tudo muito materialista”, afirmou Heinz Rockenbach, presidente da CDL.

Para o titular da Sedetag, Douglas Sandri, era esse embelezamento da cidade que atraia, antigamente, as pessoas para Lajeado. “Me recordo disso na infância. Era essa decoração que fazia as pessoas comprarem aqui.”

11_AHORA

Árvores para adoção

A outra novidade formulada pelo grupo é a adoção de árvores natalinas. Um total de 32 serão instaladas desde a entrada da cidade, na avenida Senador Alberto Pasqualini, até o centro. Dessas, 25 poderão ter a decoração feita por entidades do município. As interessadas devem contatar com a Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer (Secel) e se responsabilizar por enfeitar seu pinheiro até data estabelecida pela prefeitura.

Das outras sete árvores, seis serão decoradas por alunos dos seis projetos Vida, e uma, que será colocada no Largo da Prefeitura, ficará sob a responsabilidade dos servidores municipais. A aquisição das plantas e a decoração da cidade serão feitas por empresas contratadas pela administração.

A licitação para ambos os serviços deve ser aberta nos próximos dias. Titular da Secel, Carlos Reckziegel, ainda garante que os enfeites estarão prontos na primeira quinzena de novembro.

Outras mudanças

A comissão também definiu que a Casa do Papai-Noel, até então instalada no pátio da igreja luterana, ficará dentro da Casa de Cultura. Do local, também devem partir os passeios de Cedelinho. Suspensa no ano passado, a decoração da residência de Edemar Immich, no bairro Imigrante, deve integrar os pontos de visitação oficiais da cidade.

A abertura da programação cultural ocorre com a chegada do Papai Noel, no dia 25 de novembro, no Parque Professor Theobaldo Dick. Evento que será feito pela Lei de Incentivo à Cultura (LIC), reunindo mais de 200 artistas do município. O cortejo de Natal, que anda pelas ruas do centro para animar os moradores, também está confirmado.

O Projeto Cenas, Sons e Performances Culturais, da Msommer., feito em parceria com a Igreja Matriz Santo Inácio de Loyola, está em fase de captação de recursos e deve movimentar o entorno da paróquia. Outras atividades, realizadas por entidades ou empresas, também poderão ser agregadas à programação do município. Para isso, basta contatar com a Secel.

R$ 130 mil em prêmios

A campanha Lajeado Brilha terá os mesmos moldes dos anos anteriores. Por meio das seladinhas, os participantes poderão ganhar um prêmio maior de R$ 50 mil, e outros instantâneos de até R$ 400. Segundo a diretora-executiva da CDL, Soraide Graf, até o momento, há R$ 80 mil para esses prêmios menores. Valor que ainda pode ser ampliado até o início da promoção. “Queremos que o maior número possível de pessoas ganhe.” No ano passado, 300 mil seladinhas foram distribuídas, sendo 56% para moradores de Lajeado e 44% para pessoas de outras cidades.

Notícias relacionadas
Vale do Taquari - EDUCAÇÃO E ENSINO: para onde vamos?

Painelistas propõem fórum permanente

Necessidade de criar um novo modelo de ensino foi evidenciada em mais uma edição do Pensar o Vale. Cinco … Leia mais

Lajeado - VIDA + VIVA SEM ÁLCOOL

Rede une esforços para reduzir o consumo de álcool

Seminário terá palestra de Diza Gonzaga, criadora do Vida Urgente

Lajeado

Legislativo destina R$ 200 mil para projetar nova sede

Orçamento para construir prédio próprio do Legislativo supera R$ 4 milhões