Versão Impressa

Jornal A Hora

FALA DOUTOR

Publicada em 21/10/2017

Fraqueza excessiva pode ser anemia

Doença é causada por deficiência de ferro e acomete principalmente crianças e gestantes

fadiga-mulher

A anemia ocorre quando o sangue tem um número menor de glóbulos vermelhos do que o normal ou os glóbulos não têm hemoglobina suficiente para o organismo funcionar de maneira correta. A hemoglobina é uma proteína rica em ferro que dá ao sangue a cor vermelha e ajuda as células a trazer oxigênio dos pulmões para o resto do corpo.
As anemias podem ser causadas por deficiência de nutrientes como ferro, zinco, vitamina B12 e proteínas. A causada por deficiência de ferro, denominada anemia ferropriva, é a mais comum. Estima-se que 90% das anemias sejam causadas por carência de ferro.

Crianças, gestantes, adolescentes e mulheres adultas em fase de reprodução são os grupos mais afetados pela doença, muito embora homens e idosos também possam apresentá-la. No início, a anemia pode ser tão leve que passa despercebida.
Foi o caso da atendente Nadir Chaves da Silva, 53. Ela sofreu da mazela faz alguns anos e lembra que apresentou poucos sintomas. “Nada mudou no meu corpo, além do aparecimento de alguns hematomas”, conta.
Sentir-se cansado pode ser comum em dias de rotina atribulada por razões legítimas: estresse, falta de sono, doenças, entre outros motivos. Portanto, é importante que saber quais os principais sintomas. Palidez, batida cardíaca rápida ou irregular, falta de ar, dor no peito, tontura e mãos e pés frios estão entre eles.

O clínico-geral pode examinar o paciente e fazer o diagnóstico. Ele recorrerá a indicadores laboratoriais para efetuá-lo. O nível de hemoglobina é um dos indicadores mais utilizados em inquéritos epidemiológicos para anemia, além de ser considerado adequado num diagnóstico preliminar para levantamentos em campo.
Mulheres com grande fluxo menstrual podem ter valores menores, sem causar qualquer dano à saúde; uma leve queda no hematócrito nas mulheres pode não ter relevância clínica. Em recém-nascidos, o pré-natal é fundamental a fim de prevenir a anemia.
O médico indicará o remédio adequado para cada caso. Nadir fez o tratamento e mudou alguns hábitos alimentares. “Minha alimentação sempre foi saudável, não precisei recorrer a grandes mudanças”, afirma.


 

O ferro pode ser fornecido por alimentos de origem animal e vegetal. O de origem animal é melhor aproveitado pelo organismo. Algumas das melhores fontes de ferro são:

•Carnes vermelhas: principalmente fígado de qualquer animal e outras vísceras (miúdos), como rim e coração.
•Carnes de aves e de peixes: mariscos crus.
•Alimentos de origem vegetal: folhosos verde-escuros (exceto espinafre), como agrião, couve, cheiro-verde, taioba.
•Leguminosas: feijões, fava, grão-de-bico, ervilha, lentilha.
•Grãos integrais ou enriquecidos: nozes e castanhas, melado, rapadura, açúcar mascavo.

Notícias relacionadas
Vale - Tradição gaúcha

Vale celebra resultados do Enart

Querência do Arroio do Meio, Tropilha Farrapa, Raízes do Sul e Anita Garibaldi levam troféus

Estrela - Fim de ano

Programação de Natal envolve a comunidade

Chegada do Papai Noel será às 21h, no Parque Princesa do Vale

Lajeado - ação comunitária

Mesa Brasil doa mais de 144 mil quilos de alimento

Balanço do programa foi apresentado ontem no prédio da Acvat