Versão Impressa

Jornal A Hora

Lajeado

Publicada em 14/11/2017

Município inicia projeto para implantar PPCIs nas creches

Primeira será a Cantinho Infantil, no bairro Alto do Parque

Crédito: Rodrigo Martini Creche no bairro Alto do Parque será a primeira desta gestão a receber investimentos do PPCI em Lajeado
Creche no bairro Alto do Parque será a primeira desta gestão a receber investimentos do PPCI em Lajeado

A administração municipal lança edital de licitação para custear as reformas necessárias à implantação do Plano de Prevenção e Controle de Incêndios (PPCI) na creche Cantinho Infantil, no bairro Alto do Parque. O valor do contrato está orçado em até R$ 43,5 mil, com prazo de 30 dias para finalizar as obras. A concorrência pública para escolha da empresa responsável ocorre no dia 27.

De acordo com o documento do processo licitatório, a obra será subdividida em sete etapas. A primeira envolve os serviços preliminares. São trabalhos de demolição e de escavações necessárias para as obras seguintes. A segunda etapa será a execução das alvenarias, com destaque para a impermeabilização da parte externa da brinquedoteca.

A terceira parte do serviço abrange os revestimentos. A intenção é corrigir buracos, desníveis, rachaduras e outras imperfeições verificadas na estrutura. A seguir, a empresa terá que iniciar a pavimentação dos contrapisos, e posterior execução do piso de cerâmica.

Por fim, serão instaladas novas esquadrias e finaliza as pinturas. O orçamento total do empreendimento, conforme o edital de licitação, prevê R$ 32,6 mil em matéria-prima para as obras, e R$ 10,8 mil com mão de obra. A modalidade do processo licitatório será o pregão presencial, visando à participação exclusiva de microempresas (ME) e/ou empresas de pequeno porte (EPP).

Só uma creche com alvará

Entre todas as 22 escolas municipais de Ensino Infantil e as 18 escolas de Ensino Fundamental, apenas a Cantinho Mágico, no bairro Santo Antônio, tem alvará do Corpo de Bombeiros e está com o PPCI finalizado. Todas as demais ainda carecem do plano de prevenção exigido pela legislação. “Nunca foi feito”, resume a secretária de Educação (SED), Vera Plein.

A secretária explica que, durante todo o ano de 2017, a equipe trabalhou nos projetos para todas as escolas e creches. “Apenas um não foi finalizado”, informa. “Mas deve ser entregue até o fim do ano”, acrescenta.

Com todos os projetos prontos, a SED pretende encaminhar a demanda para análise do Corpo de Bombeiros. Após essa etapa, serão encaminhados para a fase de orçamentos. “Não teria como estimar o valor total necessário para aplicar o PPCI em todas as 40. Depende do tamanho, do que já existe no local, do que falta”, resume a secretária.

Vera também não garante a conclusão de todas as obras durante a atual gestão. Segundo ela, tudo dependerá dos recursos disponíveis ao poder público. “O primeiro passo é concluirmos um plano de investimento. Nunca foi feito. Estamos dando o primeiro passo.” Ainda de acordo com ela, hoje todos os educandários têm ferramentas mínimas para combate de incêndios.

Rodrigo Martini: [email protected]

Notícias relacionadas
País

Relatório gera debate sobre ensino

Banco Mundial sugere cobrança de mensalidade em universidades públicas

Lajeado

Univates amplia vagas de Medicina

MEC autoriza aumento de 25 para 40 alunos por semestre a partir de 2018

Vale do Taquari

Estado ameaça chamar professores aposentados

Profissionais serão selecionados para fazer trabalho voluntário e substituir servidores em greve