Versão Impressa

Jornal A Hora

Abre Aspas

Publicada em 11/11/2017

“A música contribui na formação do indivíduo”

Crédito: Marieli Rosa 2017_11_09_Marieli Rosa_Abre aspas.jpg3

Pâmela Goethel, 35, é formada em Pedagogia. A paixão sempre foi a arte. Para alcançar o conhecimento desejado, cursou Música e se especializou. Hoje é professora de Música na rede municipal.

• O que te motivou a trabalhar com música?

Na minha família, tínhamos momentos musicais, meu pai tocava clarinete e minha mãe cantava. Eu ficava deslumbrada, e tentava acompanhar de alguma maneira, cantando ou tentando acompanhar com algum instrumento de percussão. Meu engajamento efetivo na aprendizagem musical começou aos 11 anos quando meus pais me deram uma bateria que eu tanto queria e eu comecei a ter aulas.

• Como a música pode ajudar na educação dos alunos?

Existem muitas pesquisas sobre o tema que comprovam que além dos objetos específicos da área a música traz melhorias para os aspectos sociais e cognitivos.

• Você encontrou muitos talentos durante estes anos? Algum aluno seguiu a carreira na musica?

Na música, assim como outras áreas do conhecimento, encontrei muitos alunos com facilidade e outros nem tanto. Tem um ex-aluno que já está trabalhando em banda de baile. Se profissionalizou e consegue se sustentar pela música. Outros demonstraram interesse em ingressar na universidade relacionada à área.

•Algum aluno mudou por meio da música considerando que ela tem um papel importante na vida das crianças e adolescentes?

Sim, constatei a partir de relatos da direção e professores de uma escola, o perfil anterior de um aluno. Pudemos perceber uma mudança no comportamento. Isso inclusive motivou meu trabalho de conclusão de curso.

• Qual o seu sentimento em relação ao aluno que consegue se desenvolver devido à música?

Uma grande satisfação em ver os objetivos alcançados, mesmo que o aluno não saia um músico. A música, acima de tudo, contribui no processo de formação integral, ver alunos que antes eram agitados e agora conseguem se concentrar. Isso é muito gratificante.

• Como se sente em trabalhar música nas escolas?

É uma satisfação muito grande. Se tinha a ideia que a música era diversão. Mas o professor de música, bem como o de todas as artes e das outras áreas do conhecimento, também precisa estar bem fundamentado em referenciais teóricos, pesquisa e políticas educacionais.

Marieli Rosa: [email protected]

Notícias relacionadas
Teutônia

Parceria garante novo sistema de saneamento

Protocolo de intenções prevê implantação de projeto para todo o município em até dez anos

Grêmio

Esquema de segurança para a final na Argentina

A polícia argentina já prepara uma operação para garantir a segurança dos cinco mil gremistas que viajar… Leia mais

Lajeado - FIM DE SEMANA

Rodeio crioulo distribui R$ 13 mil em premiação

Promovido pelo CTG Tropilha Farrapa, evento encerra no domingo