Versão Impressa

Jornal A Hora

Editorial

Publicada em 14/11/2017

Lição para o Vale

Aproveitar a tecnologia para integrar e conectar as diferentes forças sociais em prol da coletividade. Essa lição do Porto Digital do Recife inspira líderes do Vale do Taquari para transformar as cidades e fortalecer a economia regional.

A estratégia do Porto Digital estabelece um horizonte para o futuro. A proposta é criar um ambiente propício para a inovação e o empreendedorismo nas áreas de tecnologia da informação e comunicação e de economia criativa.

Essa experiência de Pernambuco ensina como usar as ferramentas tecnológicas como propulsoras do trabalho e do desenvolvimento. Também mostra a importância do planejamento como um dispositivo facilitador para alcançar metas e bons resultados.

Para chegar nesse nível, é indispensável fortalecer os vínculos entre pessoas e entidades. Poder público, instituições de ensino e setor empresarial precisam romper barreiras. Olhar para além dos problemas individuais e pensar em soluções coletivas.

Essa experiência de Pernambuco ensina como usar as ferramentas tecnológicas como propulsoras do trabalho e do desenvolvimento.”

Unir essas forças por meio da tecnologia. Essa é a lição principal do Porto Digital. Como partida, o Vale tem o Tecnovates. O parque tecnológico da Univates pode ser o indutor do desenvolvimento. Para tanto, é preciso envolvimento.

Por meio dessa organização, é possível criar alternativa para suplantar problemas históricos. Com a participação de todos, pôr em prática projetos para proteger o patrimônio regional. Encontrar soluções para o déficit de saneamento básico ou mesmo criar um espectro das lacunas de mão de obra qualificada para as empresas locais.

A proposta de criar uma agência regional aos moldes do Porto Digital de Recife significa quebrar paradigmas. Convicções sobre concorrência e gestão precisam ser revistas. Do ponto de vista econômico, é uma questão de sobrevivência aos novos tempos.

O momento de imersão tecnológica exige a implantação de novas formas de atuar. Estar aberto às mudanças e à inovação sem perder a identidade local. A tecnologia está presente para fortalecer as peculiaridades. Parece contraditório, mas estar incluso e conectado mostra para as outras cidades, estados e países a identidade daquela região. As oportunidades estão ao alcance do Vale. Para aproveitar, é preciso vontade e organização.

Notícias relacionadas
Intercamping

Tudo pronto para a 14ª edição

Sete jogos de futebol abrem competição amanhã à tarde

Teutônia

Parceria garante novo sistema de saneamento

Protocolo de intenções prevê implantação de projeto para todo o município em até dez anos

Mapa da Cidade

Ação comunitária angaria fundos

Evento ocorre amanhã, na sede do Loteamento dos Médicos