Versão Impressa

Jornal A Hora

Opinião

Gilberto Soares Gilberto Soares

Coluna aborda temas do cotidiano, política e economia. Escreve duas vezes por mês, sempre aos sábados.

Publicada em 12/08/2017

Palavras cruzadas definem um governo sem palavra

06_AHORA

As palavras são ricas de significados. Definições procuram estabelecer limites às interpretações capazes de deformá-las. Mudam ao longo do tempo ou novas são criadas para descrever o novo. Nada a ver com a elasticidade permissiva dos jornalistas, incapazes de evitar modismos. Ou mesmo própria da nefasta política partidária brasileira – não é uma crítica à Política maiúscula, mas à linguagem criada para tornar legal o balcão de negócios público/privado ruinoso à moral e à ética essenciais nas relações sociais.

MODISMO. A semântica é o ramo da linguagem que estuda o significado das palavras – relação entre signos e referentes. O dicionário explicita a diversidade para evitar a babel. Apesar disso, jornais, rádios e tevês, que devem informar, inventam – “executar” é um exemplo. Execução é prerrogativa do Estado. Só deixará de sê-lo, caso alteremos a Constituição. A distorção edulcora a atividade do quadrilheiro e admite a existência de “Estados Paralelos”. Com a liberalidade da língua, chefe de facção ganha um poder que juiz algum tem. Julga, estabelece pena e manda matar.

TOLERÂNCIA. Zona do meretrício é uma coisa; Praça dos Três Poderes, outra. Na primeira, as “casas de tolerância” garantiam a fortaleza das famílias, desde que as relações dos casais não extrapolassem os limites da “media luz” dos cabarés. Obedecido o princípio sagrado, a vida paralela corria pela madrugada e encerrava-se ao raiar do sol. Na praça de Brasília, as relações burlam a essência das relações públicas de uma República respeitável. Escondem-se da luz – mesmo a vermelha – e produzem uma “zona” sem regras. Não confunda.

JOIO NÃO É JOIA. É preciso separar o joio do trigo. Afirmação pertinente sobre o perigo da generalização. Na política, porém, a história de descalabro dos políticos de carreira mostra uma produção espetacular de… joio. Os senhores dessa colônia continental são criativos no afã de afanar a joia da coroa. Dinheiro na cueca, sítio sem dono, mala de dinheiro pelas ruas de São Paulo. No tempo da inclusão e do politicamente correto, tem malfeitos para todos – ex-presidentes, presidente, deputados, senadores, servidores públicos e empresários

06_AHORA2

“CRUZADAS”. Para rir ou chorar: agora, Temer – que evita falar em moral e ética – declara que a saída de Rodrigo Janot assentará a Lava-Jato no rumo. Gilmar Mendes, o ministro da língua solta, aproveita a deixa e ataca: “Quanto ao Janot, eu o considero o procurador-geral mais desqualificado que já passou pela história da Procuradoria”. Grosseiro, como de costume. Completando a manobra diversionista para afastar os olhos de mais uma denúncia da PGR, na terça-feira, o advogado do presidente pediu o afastamento do procurador-geral. A tabelinha desses profissionais em embates turvos inspirou as “cruzadas” que ilustram esta página. Aproveite para exercitar-se. Nesse jogo de palavras, a ironia do humor traz luz às sombras do discurso enviesado.

MAKTUB. Na baixa política dos altos dignitários da Pindorama, vergonha é um vocábulo do passado.

Maktub – Palavra árabe que significa “carta”. Pode ser interpretada como “estava escrito”.


“Zélio Valverde, editor e sábio, estava olhando as manchetes dos jornais na banca, chega um amigo:
– Como vão as coisas?
– Para quem gosta do péssimo, está ótimo.”

Trecho do livro Folclore Político 2, escrito pelo jornalista Sebastião Nery


“O poder corrompe; o poder absoluto corrompe absolutamente; o poder brasileiro corrompe absurdamente o poder absoluto.”

De O Sujeito da Frase, livro que ainda não publiquei

Notícias relacionadas
Paverama

BM prende suspeito de estuprar idosa

Homem de 21 anos foi identificado pela Polícia Civil depois de depoimento da vítima

Esportes

Coluna Ezequiel Neitzke

1.Colação de grau Formado em Educação Física pela Ulbra, Ruimar Kunzel reuniu, no sábado passado, os … Leia mais

Sete de Setembro

Informe Comercial Clube Sete de Setembro

Segunda fase inicia amanhã Após 270 jogos, a Copa Sete/CBM/STR de Minifutebol definiu os grupos das equipes … Leia mais