Versão Impressa

Jornal A Hora

Editorial

Publicada em 12/09/2017

Um ataque à dignidade

O serviço público estadual passa pelo pior momento da história. Nem com todos os ajustes postos em prática desde o primeiro dia de governo, o chefe do Piratini, José Ivo Sartori, conseguiu garantir o pagamento em dia do salário para o funcionalismo do Executivo.

Nem mesmo com o corte sistemático de verbas à saúde, a extinção de serviços em hospitais do interior e o aumento na carga tributária foram suficientes para reduzir o impacto da falta de caixa. O depósito de setembro de 2017, em que o contracheque dos servidores chegou com R$ 350, é um dos episódios mais lastimáveis para todos os gaúchos.

A Constituição da República observa a “dignidade da pessoa humana” como um dos fundamentos jurídicos. Um termo forte, com um significado profundo. No livro Fundação da Metafísica dos Costumes, o filósofo prussiano, Immanuel Kant, conceituou a ética e seus preceitos. Sobre a dignidade, exemplificou como algo que não tem preço, que deve ser a razão central das relações humanas.

O depósito de setembro de 2017, em que o contracheque dos servidores chegou com R$ 350, é um dos episódios mais lastimáveis para todos os gaúchos.”

Assuntos importantes para o debate nas salas de aula. Pois um dos problemas na educação gaúcha se percebe na perda de valores básicos, no desrespeito e na falta de disciplina. Para os professores, que estão desmotivados, doentes e desvalorizados pela própria governança, como poderão fazer com que os alunos adotem esses conceitos e coloque-os em prática?

Um assunto relevante para este momento de incerteza, inclusive com mais uma greve convocada pelo Cpers. O Vale do Taquari tem como característica cultural superar as adversidades por meio do trabalho. Muitos movimentos são criticados por parte da população devido a esse perfil. Nas escolas, em outros chamamentos do sindicato, a adesão costuma ser baixa. Diante do quadro atual, o movimento tem ganhado força também pela organização de alguns grupos de alunos.

Cabe ressaltar que a greve dos servidores é legítima e prevista em lei. Os professores estão no direito de reivindicar o cumprimento do que é primordial para a sua dignidade. Nesse caso, é receber o salário em dia.

Notícias relacionadas
Bem estar

Coisas que você pode fazer com sachê de chá usado 

Um chazinho é sempre é bem-vindo, independentemente da estação do ano. Após se deliciar com a bebida, os … Leia mais

Agronotícias

Energia limpa avança no campo

Investimento para instalar sistema fotovoltaico varia entre R$ 15 mil e R$ 30 mil, com vida útil de 25 anos… Leia mais

Faça você mesmo

Organizador feito com latas 

Que tal reaproveitar aquelas latas de alumínio que iriam para o lixo? Siga o passo a passo e monte um … Leia mais