Versão Impressa

Jornal A Hora

Feira do Livro

Publicada em 28/08/2018

Leituraço integra pais e filhos

Com aquele sol bonito do sábado, 25, não tinha como ficar em casa. Pais, mães, filhos e filhas, avós e cachorrinhos aproveitaram o clima convidativo para apreciar um momento de brincadeiras na Praça da Matriz.

Por volta das 14h, as pessoas – de todas as idades – começaram a se aglomerar, sentadas no chão em frente ao palco para participar do segundo Leituraço, que ocorreu durante a 13ª Feira do Livro de Lajeado. A atividade começou com a brincadeira “E Daí…”, em que cada um que recebesse o microfone dava continuidade à história sobre o personagem Banguela, do filme Como Treinar o Seu Dragão.

Enquanto pintavam desenhos, as crianças iam vasculhando a imaginação para continuar o pequeno conto. Outro momento que encantou o público foi a apresentação da Companhia Aprendiz, com Ricardo Petter. O músico ainda contou com o reforço de Emily Baciglieri, 11, que está se descobrindo no mundo das canções.

Foi justamente uma versão da música Hallelujah, entoada pela dupla, que mais chamou a atenção do Augusto Weiler, 9. Ele gosta muito de brincar e foi à praça acompanhado pela mãe, a professora Márcia Weiler. Com um livro da série Diário de um Banana em mãos, ele foi bem claro quanto às suas preferências. “Eu adoro ler”, disse.

Muita gente saiu com um livro em mãos. Uma das brincadeiras do Leituraço foi a caça aos livros. Seis exemplares foram escondidos antes que a atividade começasse. Depois, foi a dada a largada e meninos e meninas saíram vasculhando ao redor do palco procurando um livrinho. Seis crianças ganharam livrinhos de histórias famosas, como Alice no País das Maravilhas, Os Três Porquinhos, Peter Pan e Chapeuzinho Vermelho.

A Ana Carolina de Siqueira, 8, também participou da atividade na praça. Atenta à apresentação musical, ela acompanhou a música Trem Bala, que já conhecia. Além disso, ela também é leitora. Toda a semana, retira livros na biblioteca do Gustavo Adolfo, onde estuda.

Esta semana, ela está lendo Quando Meu Irmãozinho Nasceu, de Walcyr Carrasco. “Ela lê para eu dormir, mas quem pega no sono é ela”, conta a mãe de Ana, a autônoma Grasiela Vettorazzi, 40.

O pequeno Nicollas Arend, 6, também participou da primeira edição do Leituraço, no mês de julho. Gostou e, junto com o pai, o auxiliar administrativo Samuel Arend, 38, repetiu a dose no sábado. A música que ele mais gostou de cantar com a Companhia Aprendiz foi Aquarela.

Em casa, ele está se aventurando com o livro Lino. “Mas eu já li histórias inteiras!”, conta.

14_AHORA

Leitora assídua dos quadrinhos da Turma da Mônica, Amanda, 8, conta que adora ler junto da mãe, Márcia Nonnemacher. “Sou até suspeita para falar. Nós duas lemos muito e eu, como mãe, acredito que eventos assim só acrescentam na formação de nossos filhos”, diz.

Mãe do Enzo, de apenas 3 anos, Sabrina Cardoso acredita que os eventos voltados às crianças deveriam ser mais frequentes. “Deveríamos ter espaços de incentivo à leitura como esse pelo menos uma vez por mês”, avalia. Para ela, a inserção das crianças em eventos literários facilita o estímulo à leitura em casa e deixa tudo mais divertido.

Notícias relacionadas
Estrela

Faltam oito dias para a abertura da Multifeira

Trabalhos na área do Porto avançam e montagem da estrutura deve ser finalizada até o fim desta semana

ATRAÇÕES NA REGIÃO

Cultura, gastronomia e solidariedade movimentam o fim de semana no Vale

Destaque fica para a Culturarte e Feira do Livro de Arroio do Meio. Em Lajeado, grupo organiza atividade em … Leia mais

arroio do meio

Cidade prepara atrações para celebrar 85 anos

Escolha das Soberanas, SportFest e Semana do Empreendedorismo integram programação de aniversário