Versão Impressa

Jornal A Hora

Estrela

Publicada em 17/07/2019

Após três anos, Nova Morada ganha primeira área de lazer

Ato nesta sexta marca inauguração oficial do espaço. Comunidade ainda cobra outros serviços básicos

Crédito: matheus chaparini Ontem à tarde, Isadora brincava com a mãe no balanço da praça.  Antes, a rua era o único espaço de diversão
Ontem à tarde, Isadora brincava com a mãe no balanço da praça. Antes, a rua era o único espaço de diversão

Entre as principais reivindicações da comunidade do Nova Morada estavam opções de lazer para as crianças e adolescentes. Sem praças ou quadras esportivas, restava aos jovens brincarem nas ruas. Nesta sexta-feira, o governo municipal inaugura a primeira pracinha do loteamento. O evento está marcado para as 15h.

Localizada na rua Alcides Dall Orsoletta, a obra teve sua primeira etapa concluída. Com 300 metros quadrados, recebeu um parque infantil, caminhos pavimentados, canteiros, acesso e rampa para cadeirantes. O parquinho tem dois balanços, três gangorras, gira gira e escorregador. Aberta à comunidade faz cerca de um mês, a praça atrai as crianças e até mesmo os adolescentes, que se reúnem no local para tomar chimarrão.

“A pracinha está boa, mas poderia ser maior, né? Estes dias eu fiquei olhando, eles fazem revezamento. A criança senta no balanço e tem uma fila esperando”, pondera Cintia Viana Silveira, moradora desde 2016, mãe de cinco filhos. Ontem à tarde, ela brincava com a filha Isadora, de sete anos.

Nas próximas etapas do projeto estão previstas academia ao ar livre, quadra de areia e pista de skate. O investimento do governo de Estrela foi de R$ 48 mil. A expectativa é que as próximas etapas sejam iniciadas ainda este ano. O espaço tem uma área total de 1,5 mil metros quadrados.

Faltam serviços básicos

Os moradores do loteamento cobram o acesso a outros serviços públicos como creche, escola e posto de saúde. Sem estrutura, os moradores precisam buscar serviços básicos no bairro Boa União, distante cerca de 3,5 km.

Entre as principais carências, Cintia aponta a falta de transporte público. “Durante a semana só tem micro até às seis da tarde. Domingo a gente não tem transporte. Eu já sai a pé com as crianças para ir na Boa União. Deu uma hora e pouco de caminhada”, recorda Cintia.

Para Cristiane da Silva, o que faz mais falta é um posto de saúde. “O posto mais perto é o da Boa União. Leva meio hora de ônibus. Só que às vezes não tem ficha, daí tem que voltar no dia seguinte”, lamenta.

 

MATHEUS CHAPARINI – matheus@jornalahora.inf.br

Notícias relacionadas
Lajeado

Quatro vereadores de Lajeado prometem abrir mão do 13º salário

Onze dos 15 parlamentares assinaram requerimento que será entregue à Contadoria, solicitando depósito do … Leia mais

Lajeado

Delegacia de combate ao crime organizado é inaugurada nesta quarta-feira

Solenidade contou com a presença da Chefe da Polícia Civil no estado, a delegada Nadine Anflor

Estrela

Posto de Saúde Central de Estrela muda de endereço

Atendimento no atual endereço encerra nesta quinta-feira. Novo local abrirá no dia 17