Versão Impressa

Jornal A Hora

Educação

Publicada em 22/10/2019

Matrículas da Rede Estadual para 2020 começam dia 28

As rematrículas serão realizadas de forma automática para alunos com mais de 75% de presença

Crédito: Arquivo A Hora Para ingressar no ensino estadual o prazo para matrícula inicia em 1º de novembro
Para ingressar no ensino estadual o prazo para matrícula inicia em 1º de novembro

O calendário de matrículas da Rede Estadual de Ensino para o ano de 2020 será aberto a partir da próxima segunda-feira, 28 de outubro.

As rematrículas serão realizadas de forma automática pelo Sistema de Gestão da Secretaria Estadual da Educação (Seduc) para alunos com 75% ou mais de frequência em sala de aula. Para estudantes com índice inferior a 75% de frequência, será necessária a presença de pais e responsáveis na escola, caso o estudante seja menor de idade, para a realização do procedimento de forma presencial.

Pela primeira vez, os alunos maiores de idade que tiveram suas matrículas canceladas por infrequência em 2019, serão considerados alunos novos em 2020, realizando os procedimentos conforme datas propostas na  Portaria de Matriculas que atende o ingresso e as transferências.

Como ingressar

Para ingressar no 1º ano do Ensino Fundamental, Ensino Médio, Educação Profissional Integrada ao Ensino Médio, Ensino Médio Curso Normal, Aproveitamento de Estudos do Curso Normal e Educação Profissional, o processo será realizado online pelo site www.educacao.rs.gov.br. O prazo é de  1º a 24 de novembro.

Transferências

Para as transferências de alunos do 2º ao 9º ano do Ensino Fundamental e do 2º e 3º anos do Ensino Médio, deverão ser realizadas pelo site de 6 a 17 de janeiro de 2020. No caso da Educação para Jovens e Adultos, as inscrições e transferências, pela primeira vez, serão realizadas pelo site, de 6 a 22 de janeiro de 2020.

As inscrições e transferências online somente serão efetivadas com a matrícula presencial nas escolas, e mediante a entrega dos seguintes documentos:

*Certidão de nascimento do aluno, comprovante de escolaridade;

*Comprovante de residência do responsável;

*Para alunos do 1º Ano do Ensino Fundamental – CNS (Cartão Nacional de Saúde), do NIS (Número de Identificação Social) e atestado de vacinação.

 

Notícias relacionadas
Educação

Alunos protestam em defesa dos professores

Manifestação em Estrela reivindica a solução para parcelamento e atraso dos salários da rede estadual

Educação

Enem termina com a menor taxa de ausentes desde 2009

No segundo dia de aplicação, compareceram 3,7 milhões, do total de 5,1 milhões de candidatos inscritos

Educação

Greve atinge mais da metade das escolas do Vale e afeta formatura

No Castelinho, em Lajeado, cerimônia estava marcada para o dia 21 e foi adiada. Cpers diz que há paralisa… Leia mais