Versão Impressa

Jornal A Hora

Estado

Publicada em 31/12/2015

Férias: litoral aguarda pelos veranistas

Mesmo com a previsão de crise anunciada durante os últimos meses deste ano, a estimativa é de areias lotadas nas principais praias gaúchas e catarinenses. Sindicatos representantes de hotéis alertam para as poucas vagas restantes, e a Polícia Rodoviária Federal prevê grande movimentação de veículos nos principais acessos do Vale ao litoral norte durante o feriado. Confira alguns cuidados para a viagem ser tranquila.

Crédito: Rodrigo Martini Em Santa Catarina, a Praia do Rosa, na cidade de Imbituba, é um dos principais destinos dos veranistas gaúchos
Em Santa Catarina, a Praia do Rosa, na cidade de Imbituba, é um dos principais destinos dos veranistas gaúchos

Estão esgotadas todas as passagens de ônibus marcadas para este feriadão e cujos destinos são as principais praias gaúchas e catarinenses. A venda dos bilhetes na rodoviária de Lajeado perdurou até a noite de quarta-feira, e agora só haverá novos lugares a partir de segunda-feira. A previsão é que pelo menos 900 passageiros partam do local em direção ao litoral entre quinta-feira e domingo.

“Calculamos em torno de 150 passageiros por dia saindo de Lajeado e região em direção ao litoral”, diz a gerente administrativa da rodoviária lajeadense, Nathália Noll. Segundo ela, os números são semelhantes àqueles registrados em anos anteriores. “Todos os ônibus estão lotados”, endossa. Os valores variam de R$ 60 a R$ 70 para o litoral norte gaúcho.

Quem pretende fazer tal roteiro partindo da capital gaúcha também enfrentará dificuldades. Até o início da tarde de quarta-feira, restavam poucas passagens na rodoviária de Porto Alegre com destino ao litoral norte do estado para o feriado de Ano-Novo. Lá, a expectativa é de que mais de 40 mil pessoas se desloquem para Capão da Canoa, Tramandaí, Cidreira, Torres e Balneário Pinhal.

Apesar da anunciada crise, a virada do ano será de praia lotada. De acordo com o Sindicato de Hotéis, Bares, Restaurantes e Similares do Litoral Norte, uma combinação de fatores, entre eles a alta do dólar e os consequentes reajustes nas passagens aéreas acabaram contribuindo para o setor. Na quarta-feira de manhã, cerca de 98% dos hotéis associados estavam com a lotação esgotada.

Restam poucas vagas em hotéis e pousadas em Xangri-lá, Arroio do Sal e Arroio Teixeira. Nas demais cidades litorâneas e balneários gaúchos, as chances de conseguir quartos são escassas. Uma das alternativas é buscar, junto às imobiliárias do litoral norte, casas ou apartamentos para alugar. Mas é preciso encarar preços salgados.

Conforme o corretor de imóveis de Capão da Canoa, Jairo Becker, os preços para uma diária durante o feriado podem variar de R$ 170 a até R$ 1,2 mil em um apartamento. “O aluguel de um dormitório, no centro, pode sair entre R$ 170 e R$ 280 por dia. Mas, se for escolher um de três quartos, na beira-mar, a diária pode passar de R$ 1 mil”, calcula.

Outra opção sugerida por Becker é reunir amigos para “rachar” o aluguel de uma casa. Na imobiliária dele, restam poucas opções para o feriado em Capão da Canoa. Os preços ficam, em média, R$ 400 por dia para uma residência de até quatro dormitórios. “São valores que podem baixar no decorrer da temporada. Teremos uma medição melhor a partir da primeira quinzena de janeiro.”

Cruzando o Mampituba

Para aqueles que preferem os paradisíacos balneários catarinenses, é aconselhável pesquisar em sites que oferecem casas e apartamentos e buscar contatos com moradores locais. Na Praia do Rosa, em Imbituba, um dos principais destinos dos veranistas da região que deixam o estado durante as férias, os valores das diárias podem variar de R$ 20 em um camping a R$ 3 mil em uma pousada de luxo.

No Camping Lagoamar, por exemplo, instalado no centro do rústico balneário, a diária para uma barraca com uma pessoa custa R$ 34 a partir de janeiro. Em fevereiro, o valor baixa para R$ 28. Já no Village Praia do Rosa, localizada na beira do mar, uma diária com café da manhã em uma casa de quatro suítes não sai por menos de R$ 1,8 mil.

Partindo de Lajeado, as passagens de ônibus até o trevo da BR-101 – na entrada das praias de Garopaba e Imbituba – variam de R$ 92,60 a R$ 114, dependendo da categoria de assento escolhida. “É o mesmo coletivo e os mesmos valores cobrados de quem vai até Florianópolis”, relata Nathália Noll.

Cuidados com a alimentação

A temporada exige mais cuidados com a saúde. Para a nutricionista Mônica Heller, se alimentar bem é essencial para um verão tranquilo. “No calor, é comum nos sentirmos indispostos quanto aos alimentos, com menos apetite. E pular o café da manhã e esquecer de se hidratar durante o dia agravam a indisposição e o cansaço.”

Mônica esclarece que, durante o verão, ocorre uma diminuição no metabolismo basal. “A ingestão de líquidos deve ser aumentada, pois é por meio da transpiração que perdemos líquidos e sais minerais, importantíssimos para o bom funcionamento do nosso organismo.”

Para a nutricionista, é preciso priorizar o consumo de refeições leves, com legumes, folhas verdes, cereais integrais, carnes magras, queijo branco, verduras, frutas e muitos líquidos. “Dê preferência às carnes grelhadas, pois facilitam a digestão. E quando for consumir sorvetes e picolés, lembre-se que aqueles à base de polpa de frutas são menos calóricos e mais refrescantes.”

Ela sugere evitar alimentos como carnes gordas, queijos gordurosos, creme de leite, maionese, frituras, bebidas alcoólicas e alimentos industrializados, ricos em sódio. A profissional alerta ainda para problemas com o armazenamento dos alimentos. “O calor aumenta a proliferação de bactérias que causam intoxicação alimentar.”

PRF alerta para o aumento do fluxo de veículos na principal rodovia do Vale
PRF alerta para o aumento do fluxo de veículos na principal rodovia do Vale
Crédito: Anderson Lopes

Caminhos para o litoral

Moradores da região podem chegar ao litoral norte por dois principais trajetos distintos. O mais comum, passando pela BR-386 e pela Freeway (BR-290) – que também leva à BR-101, em direção a Florianópolis – será o mais congestionado durante o feriado, de acordo com projeções da Polícia Rodoviária Federal (PRF). Para esta quinta-feira, a sugestão é sair antes das 8h ou após as 20h.

O trecho gaúcho desse trajeto conta com dois pedágios na ida. Um de R$ 12,60, em Santo Antônio da Patrulha, e outro de R$ 6,30, em Gravataí. Esse último, cobrado nos dois sentidos da via. A PRF estima mais de 130 mil veículos indo em direção ao litoral norte, entre quarta e sexta-feira, pela Freeway. Do Vale, também é possível chegar ao litoral norte pela Rota do Sol (RSC-453), passando ainda pela ERS-486.

Cuidados com o carro
Quem pretende ir de carro ao litoral precisa checar alguns detalhes em casa ou com seu mecânico de confiança. Verifique pneus e estepe; desalinhamento da suspensão; pressão de todos os pneus de acordo com a quantidade de passageiros e bagagem; triângulo, macaco e chave de roda; balanceamento das rodas; possíveis barulhos na suspensão; níveis dos fluídos; sistema elétrico e de limpeza dos vidros; sistema de ignição e injeção; molas e amortecedores; e pastilhas de freio.

Dicas de segurança
• Procure sempre nadar próximo de uma guarita de salva-vidas;
•Pergunte para o salva-vidas o melhor local para banho;
•Atenção com as crianças, mesmo quando o salva-vidas estiver por perto;
•Surfistas e banhistas devem respeitar os devidos espaços;
•Cuidado com as correntes de retorno, pois podem puxar o banhista mar adentro;
•Nade longe de pedras, estacas, piers ou embarcações;
•Evite bebidas alcoólicas ou ingestão de grandes porções de comida antes de entrar no mar.

Notícias relacionadas
Educação

Enem libera notas nesta sexta-feira

Quase 4 milhões de participantes terão acesso aos resultados

LAJEADO

Curso de Odontologia da Univates recebe nota máxima do MEC

Os critérios avaliados foram a organização Didático-Pedagógica, Corpo Docente e Tutorial e Infraestrutura… Leia mais

Educação

Inscrições na rede estadual de educação se encerram nesta sexta

Para efetivação da matricula, os pais ou responsáveis devem comparecer à escola designada pelo sistema … Leia mais