Versão Impressa

Jornal A Hora

Bem-estar

Publicada em 26/05/2019

Oito passos para casar

Conheça um guia básico de como organizar a festa do seu grande dia

blurred-background-bouquet-bridal-948185

Depois do pedido em casamento e do tão esperado “sim”, é a hora dos noivos iniciarem os preparativos da celebração. Seja em uma cerimônia mais íntima ou em uma grande festa, a organização do evento pode deixar o casal à beira de um ataque de nervos caso não se antecipe e conte com o apoio de um profissional experiente da área.

De grande ou pequeno porte, todo evento precisa do mínimo de organização.”

Ricardo Franz Cerimonialista

De acordo com o cerimonialista e promoter Ricardo Franz, contar com profissionais experientes facilita os preparativos e ajuda os noivos a garantirem o melhor custo-benefício nos produtos e serviços a serem contratados. “No geral as pessoas só se casam uma única vez, então acaba sendo um pouco difícil para os noivos terem parâmetros sobre preços, quantidades e a confiabilidade de algumas empresas. Trabalhar ao lado de um cerimonialista evita imprevistos no grande dia e tranquiliza os envolvidos durante todo o processo”, aconselha.

A preparação intensa e estressante, muito vista nas cenas de filme, se torna mais simples se os noivos possuem um profissional para auxiliá-los. “O cerimonialista abre leques de opções confiáveis para o casal e orienta sobre as suas escolhas”, afirma. E se engana quem pensa que apenas grandes casamentos com altos orçamentos são os que podem ter um cerimonialista. “De grande ou pequeno porte, todo evento precisa do mínimo de organização. É o grande dia dos noivos e todos eles podem ter auxílio para descomplicar os preparativos”, revela.

1 • Defina a data

Após terem certeza de que querem casar, os noivos devem começar a planejar o grande dia. O primeiro passo é definir a data do evento. De acordo com Franz, o ideal é que o casal inicie os preparativos com pelo menos um ano de antecedência. “Assim garantem todos os itens com os quais sonharam e por um preço mais amigável”, aconselha.

2 • Escolha o local

Principalmente quando os noivos precisam enxugar a lista de convidados, o ideal é alugar um espaço de festa que comporte apenas a quantidade de pessoas que caiba no desejo e no orçamento. Isso ajuda a manter sob controle o número de convidados. “O local deve ser uma das primeiras decisões. O quanto antes o casal reservar o espaço, mais facilidade terá par garantir o lugar dos sonhos e, claro, o aluguel com um preço mais amigo”, indica. A partir do local que se começa a pensar nos demais detalhes do casamento. Já pense também em qual fotógrafo vai escolher.

3 • Lista de convidados

Decidido o espaço e tudo o que se quer fazer com ele, define-se o número de convidados. “Às vezes a noiva sonha com uma pista de dança adesivada, uma mesa de doces decorada e um lounge para os convidados. Tudo isso ocupa espaço e deve entrar para a conta na hora de definir quantas pessoas vão ser convidadas”, explica Franz. Uma dica é delimitar um número específico e, a partir dali, escolher as pessoas por ordem de prioridade para o casal. “De uma coisa é fato: não dá para convidar todo mundo”, tranquiliza.

4 • Orçamento

Saber quanto o casal pode investir na festa é de extrema importância para que tanto os noivos quanto o cerimonialista trabalhem. “Tem que ter definido o quanto será gasto e, a partir disso, escolhe-se os fornecedores de acordo com cada orçamento. A antecipação dos preparativos é a melhor aliada para que o casal se mantenha dentro dos gastos previstos”, indica Franz.

5 • Vestido e roupas

Nem todos os cerimonialistas se envolvem nesta parte, mas os noivos devem garantir uma boa antecedência para que no casamento estejam vestindo a roupa que sempre sonharam e, claro, isso pode levar bastante tempo.

6 • Madrinhas, padrinhos, pajens e aias

Assim como o casal, outras pessoas também acabam se envolvendo bastante com a cerimônia. É o caso de madrinhas, padrinhos, pajens e aias. É hora de fazer um convite especial a eles e também auxiliá-los a escolher os trajes e demais detalhes.

7 • Detalhes e degustações

O grande dia vai tomando forma e é hora de decidir as minúcias, como mobílias, tipos de arranjos, flores e folhagens que vão compor a decoração. Montar um plano B, como alugar tendas para lugares abertos, para evitar sustos caso haja mudanças bruscas na previsão do tempo. As visitas aos fornecedores e degustações são feitas nesse período, para estabelecer o cardápio, bebidas, bolo, docinhos e lembranças. O hotel para a noite de núpcias também precisa ser reservado com essa antecedência.

8 • Últimos detalhes

Feche os últimos detalhes com o cerimonialista e fornecedores, lembre-se das alianças, das provas finais dos trajes e de conferir com os profissionais se está tudo certo. Também neste período que se pensa na maquiagem, no carro a ser utilizado para levar os noivos (se for algum veículo requisitado como os antigos de aluguel, faça a reserva com mais meses de antecedência).

Dicas de ouro

• Escolha sempre um fotógrafo com quem o casal tenha muita afinidade. Essas duas peças fazem toda a diferença no dia do casamento. “Se dar bem com o fotógrafo garante mais conexão do profissional com os noivos, resultando em um trabalho fiel às alegrias do grande dia”.

• Escute os conselhos dos cerimonialistas. “Acontece bastante de os fornecedores passarem informações incompletas. Isso traz problemas ao casal que terá de abrir mão de muitas coisas caso não seja bem orientado desde o início”, indica.

Notícias relacionadas
Cidades

Menor morre após moto colidir contra carro no bairro Canabarro

Adolescente de 16 anos teria fugido da Brigada Militar após abordagem e não parou em cruzamento, acertando a… Leia mais

Cidades

Jovem morre após carro atropelar cavalo na ERS-435

Acidente ocorreu no quilômetro 5 da rodovia, em Ilópolis. Luciano Scheidt dos Santos tinha 20 anos e era um … Leia mais

Cidades

Câmeras ajudam BM a prender homem que furtou moto em Taquari

Veículo estava em processo de desmanche quando foi localizado. Sistema de videomonitoramento ainda está em … Leia mais