Versão Impressa

Jornal A Hora

Cidades

Publicada em 19/09/2019

Costelão da Lívia reúne tradição e solidariedade

Evento reuniu cerca de mil pessoas no Pavilhão Multiuso. Valor arrecadado será para o tratamento da menina Lívia Teles

Crédito: Matheus Chaparini Mais de 800 quilos de carne foram assadas ontem no Acampamento Farroupilha de Teutônia
Mais de 800 quilos de carne foram assadas ontem no Acampamento Farroupilha de Teutônia

Cem costelões, mais de 800 kg de carne, uma carreta de lenha, mil pessoas e muita solidariedade. Assim foi a noite de ontem no Acampamento Farroupilha do município. O Costelão Solidário da Lívia movimentou o Salão Multiuso. O evento integra a campanha “Todos pela Lívia”, que arrecada recursos para o tratamento da menina Lívia Teles, de 10 meses, diagnosticada com uma doença rara.

“É muito gratificante ver que o pessoal está engajado. Não só divulgando, mas botando a mão na massa. Tenho certeza de a gente vai conseguir chegar logo no valor e curar minha filha”, disse.

As carnes e as lenhas foram doadas e todo o trabalho do evento foi realizado por cerca de 30 voluntários.

“É o evento mais importante da minha vida porque daqui a um tempo ela vai estar grande e nós vamos lembrar que fizemos parte desta história”, definiu o coordenador da Vigilância Sanitária, Evandro do Canto Borba.

Marcos Proença foi o assador que coordenou a equipe. Não foi a primeira vez que ele assou um churrasco desta dimensão, mas a primeira por uma causa tão nobre.

“Toda pessoa tem que servir aos outros. Se a humanidade servisse um pouco mais ao próximo, estaríamos em um mundo bem melhor”, afirmou.

Tratamento custa R$ 9 milhões

A menina foi diagnosticada com uma doença rara chamada Atrofia Muscular Espinhal (AME) tipo 1, que causa perda de neurônios motores da medula espinhal e do tronco cerebral. “Ela não produz uma proteína que alimenta o neurônio motor. Se não fizer o tratamento, vai perder a força até não poder mais se mexer e respirar”, explica o pai.

A cura só é possível com uma terapia gênica conhecido como Zolgensma feita apenas nos Estados Unidos. O medicamento custa R$ 9 milhões e o valor antes da menina completar dois anos, em outubro de 2020. Essa é a idade limite para o medicamento ser eficaz e ampliar a possibilidade da criança não perder movimentos no futuro.

Até o momento a família já arrecadou R$ 290 mil, fora o valor arrecadado nos últimos eventos, que ainda não foram computados.

Mobilização e festival de rock

Em agosto, a família criou a campanha “todos pela Lívia”. No último domingo, 15, ocorreu o festival “Lívia Rocks”. O evento movimentou cerca de 1,5 mil pessoas no Taberna Music Bar.

Todo o valor arrecadado na bilheteria foi doado para a família da menina Lívia.

 

MATHEUS CHAPARINI – matheus@jornalahora.inf.br

Notícias relacionadas
Estelionato

Morador de Lajeado tem assinatura falsificada em golpe de estelionato

Na manhã dessa terça-feira, ele recebeu um talão de boletos da BV Financeira com 48 parcelas de R$1.749 … Leia mais

Previsão do tempo

Quarta-feira ensolarada e quente no Vale

A máxima hoje pode chegar aos 35ºC

Estado

Defesa Civil do RS alerta para uso racional e econômico da água

Emater, Sema e Defesa Civil realizaram reunião na terça-feira e avaliaram os efeitos da estiagem que atinge … Leia mais