Versão Impressa

Jornal A Hora

Geral

Publicada em 20/09/2019

Santa Flor projeta município como referência na produção de orgânicos

Abertura do evento ocorreu na noite dessa quinta-feira com a presença de autoridades do governo federal. Programação segue até domingo

Crédito: Frederico sehn/Divulgação Cerimônia de abertura, na noite de quinta-feira, contou com autoridades do município, do estado e do país
Cerimônia de abertura, na noite de quinta-feira, contou com autoridades do município, do estado e do país

Com foco na sustentabilidade, a 4ª edição da Santa Flor foi aberta oficialmente na noite dessa quinta-feira. Durante nove meses, a comissão organizadora preparou a programação, que se estende até domingo e conta ao todo com 14 shows, cerca de 15 eventos técnicos e mais de 100 expositores.

A presidente da feira, Patrícia Herrmann, destacou o legado construído pela feira edição após edição e afirmou que não se trata apenas de um evento de quatro dias. O tema desta edição é “Semeando um futuro sustentável”. Patrícia abordou três visões complementares do conceito de sustentabilidade.

“Sustentável no sentido econômico, respeitando e honrando uma atividade que está no DNA da nossa gente; por trazer qualidade de vida à população, através de uma alimentação saudável e de qualidade; e também pois acreditamos que é possível trabalharmos em harmonia com o meio ambiente”, disse.

O prefeito Paulo Kohlrausch saudou os patrocinadores do evento e os políticos que articularam verbas para a realização. Ele destacou a importância da gratidão. “Ela é a responsável pelo sucesso e pela felicidade. Ela fortalece os relacionamentos.”

A cerimônia de abertura contou com a presença de autoridades dos poderes municipal, estadual e federal, como o ministro Osmar Terra, o secretário da Agricultura Familiar e Cooperativismo, Fernando Schwanke e o deputado estadual Edson Brum, representando a Assembleia Legislativa.

Referência nacional

Schwanke, destacou a importância da produção orgânica no município e defendeu a importância de aumentar a participação desta produção na merenda escolar.

“As prefeituras têm a determinação de comprar no mínimo 30% da agricultura familiar. Em Santa Clara, já se consome 60% dos alimentos orgânicos para a merenda. E este projeto passa a ser um referencial para o Brasil”, afirmou.

Após a cerimônia, a noite seguiu com os shows da Família Lima e Bico Fino Brothers Band. O evento segue até domingo, 22, no ginásio municipal de esportes. Na sexta-feira, 20, e no sábado, 21, o horário de visitação é das 10h à 21h. No domingo, a feira abre das 10h às 18h.

Shows, debates e venda de orgânicos

Entre as atrações deste ano estão o salão da sustentabilidade, apresentações culturais, espaço para recreação infantil e venda de produtos orgânicos direto com os produtores.

Um dos principais eventos técnicos da programação é o talk show, que ocorre nesta sexta-feira, a partir das 16h. Entre os temas abordados estão a Política Nacional de Produção Orgânica e o programa Santa Clara Mais Saudável.

Com mediação da presidente do Codevat, Cíntia Agostini, a conversa terá a participação de representante do Ministério da Agricultura, do prefeito de Santa Clara do Sul, Paulo Kohlrausch e do radialista e produtor orgânico, Pedro Ernesto Denardin.
Na área programação cultural, um dos destaques é a apresentação da banda Barbarella, no encerramento da feira.

 

MATHEUS CHAPARINI – matheus@jornalahora.inf.br

Notícias relacionadas
Educação

Enem libera notas nesta sexta-feira

Quase 4 milhões de participantes terão acesso aos resultados

LAJEADO

Curso de Odontologia da Univates recebe nota máxima do MEC

Os critérios avaliados foram a organização Didático-Pedagógica, Corpo Docente e Tutorial e Infraestrutura… Leia mais

Educação

Inep divulga notas do Enem

As notas podem ser usadas no Sisu, Fies e ProUni