Versão Impressa

Jornal A Hora

Abre Aspas

Publicada em 11/01/2020

“Me sinto privilegiada em fazer parte destes momentos lindos”

2020_01_11_Arquivo_Pessoal_Abre_Aspas

Fotógrafa faz 13 anos, Ana Paula Zago, 28, diz que não escolheu a fotografia, e sim que a fotografia a escolheu. Especializada na área infantil e da família, já fez mais de 600 ensaios de gestantes, 200 ensaios de nascimentos e mais de 6 mil acompanhamentos mensais de bebês.

• Sempre quis ser fotógrafa?

Nunca sonhei com a profissão, ninguém da família trabalhava com fotografia. Foi ao acaso. Um certo dia, quando tinha 16 anos, fui fazer uma foto 3×4 e acabei deixando um currículo nesta empresa. Dias depois já estava contratada. Esse foi o meu primeiro contato com a fotografia. Foi amor à primeira vista. Este ano completo 13 anos dessa profissão linda que me escolheu.

• Qual o diferencial da área em que se especializou?

Acredito que o grande diferencial seja focar em determinada área e estudar muito sobre o assunto. Em 2013 me formei em fotografia pela Unisc, e desde então foram muitos cursos de aperfeiçoamento na área infantil e de família, já que esta demanda muitos cuidados e detalhes. Além de toda técnica em fotografia, devemos saber como lidar com esses pequenos seres. Esse universo infantil é cheio de mistérios. Diferente de um ensaio adulto, onde dirigimos as pessoas, com as crianças é muito mais dinâmico. Precisamos entender os sinais do bebê e interpretá-los.

• Qual o sentimento ao fotografar os primeiros instantes de um recém-nascido?

Fotografo nascimentos faz 6 anos. O meu grande desafio e objetivo é registrar cada momento de carinho, troca de olhar entre os pais e familiares, e qualquer suspiro que mostre a essência do que foi esse grande dia. Cada trabalho é único. Cada família é única. Me sinto privilegiada em fazer parte destes momentos lindos na vida das pessoas. É um trabalho que não permite erros, apenas um profissional de fotografia capacitado terá a sensibilidade necessária para executar com excelência o registro deste dia tão importante. O fotógrafo deve envolver-se quando for preciso e manter a calma nos momentos mais tensos.

• Quantos ensaios você já fez?

São 13 anos de profissão, é difícil mensurar em números. Acredito que já acompanhei mais de 600 ensaios de gestantes, mais de 200 nascimentos, mais de 400 ensaios newborn, e mais de 6 mil acompanhamentos mensais de bebês. Podemos dizer que já fiz algum milhão de clicks e já troquei inúmeras vezes de máquina.

• Tem um que seja especial?

Todos os trabalhos são especiais. Mas os ensaios mais importantes que participei, não foram feitos por mim, e sim pela equipe da Âmago (empresa que trabalha), que foi o meu ensaio de gestante, nascimento e newborn da minha filha Olívia.

Notícias relacionadas
Polícia

Indivíduo é preso após assalto a dois ônibus em Lajeado

Ele foi localizado pela Força Tática da Brigada Militar, no bairro Santo Antônio

Clássico na final

Gre-Nal decide a “copinha dos gaúchos”

A final da Copa São Paulo de Futebol Júnior ocorre neste sábado às 10h

Westfália

Inscrições para o concurso de soberanas de Westfália são prorrogadas

Com o novo prazo, as candidatas podem entregar ficha de inscrição até a próxima quarta-feira, dia 29