Versão Impressa

Jornal A Hora

Opinião

Rodrigo Martini Rodrigo MartiniJornalista

Coluna aborda os bastidores da política regional e discussão de temas polêmicos

Coluna publicada diariamente
Publicada em 25/10/2019

João abre mão. Paulo é o nome do PP

Os cenários para o pleito de 2020 estão se definindo em Estrela. Mas tudo ainda é muito incipiente. No PP, até ontem pela manhã havia uma disputa interna entre o vereador, João Braun, e o Secretário de Planejamento, Paulo Finck. Após reunião entre correligionários e simpatizantes, o parlamentar progressista abriu mão da possível candidatura e deixou o caminho livre para o colega. Agora resta acertar as arestas, principalmente com o MDB e o PSDB.

04_AHORABraun vem realizando um mandato propositivo. Não se configura como um vereador coadjuvante. Mas, dentro da conjuntura atual, talvez seja cedo para ele buscar a tão cobiçada cadeira do Executivo. Além disso, o vereador indica outras intenções em médio prazo. Entre essas, concorrer a uma vaga na Assembleia Legislativa. E um eventual mandato como prefeito, neste momento, poderia embaralhar tais intenções.

Dito isso, o caminho parece aberto para Paulo Finck. Ao menos dentro do PP. Por ora, tudo indica para uma dobradinha entre ele e o Comandante César, do MDB, o nome indicado pelo atual prefeito, Carlos Rafael Mallmann (MDB). A dúvida que ainda persiste é sobre o posto de cada um neste enrosco. Ambos gostariam de ser o candidato principal. Mas isso não depende só deles, e tampouco das respectivas siglas.

Assim como PP e MDB, o PSDB também quer fazer parte desse grupo principal. E mesmo diante da improbabilidade do momento, ainda há quem acredite na manutenção de boa parte da atual coligação que governa Estrela. Tudo vai depender dos próximos movimentos no tabuleiro e das diversas pesquisas que estão por vir.

O PTB, o PV, o PL, o PSB e até o DEM seguem aliados ao governo. E diante desse quadro complexo, as estratégias devem se alinhar só em março de 2020, quando chegar o momento da desincompatibilização.


2019 10 25_DIVULGAÇÃO_ COLUNA MARTINI_foto marco zero LajeadoO marco zero de Lajeado

A instalação de um monumento para demarcar o “Marco Zero” da cidade de Lajeado sempre gerou controvérsias entre gestores públicos e historiadores. Hoje, segue instalado em um terreno na Rua Lindolfo Labres, próximo à Rua Bento Rosa e à antiga “Praia de Carneiros”. Recentemente, a Secretaria de Cultura recolocou a placa comemorativa no local – furtada anos atrás. Mesmo assim, as reclamações persistem.

De um lado, o professor José Alfredo Schierholt. Para ele, o chamado “Marco Zero” fica próximo ao local escolhido pelo Executivo, “antes da descida”. “Lá deveria ser colocado um monumento mais destacado. Como está, é uma vergonha para a cidade”, diz. De outro lado, o Secretário de Cultura, Carlos Reckziegel. “Não foi encontrado nenhum registro histórico que indique que o local não é este onde foi originalmente instalado.” Este assunto vai longe…


Apenas rumores

Em Colinas, setores da Oposição apostam em uma dobradinha entre o ex-prefeito, Edelbert Jasper (PTB), e o vereador, Jonas Klein (PDT). Pode ser apenas rumor para desestabilizar a Situação. No pleito de 2016, o PDT apoiou o atual prefeito, Sandro Hermann (PP). Fato é: Klein assumiu a presidência do partido e isso pode configurar voos mais altos em 2020. Sobre a possível dobradinha, ele nega veemente. “Nunca tratamos sobre o assunto.”


Morros turísticos

O suplente de vereador do PP, Nédio Lasta, “chegou chegando” no plenário de Encantado. Em sua primeira sessão, solicitou a construção de um pórtico de referência no início do trajeto para Linha Garibaldi, para indicação de pontos turísticos, como a Lagoa da Garibaldi. Ele também sugere sinalização para acesso à futura estátua de Cristo, no Morro das Antenas. Ainda sobre turismo, ontem o prefeito em exercício, Luciano Moresco (PT), assinou decreto para determinar como “Área de Utilidade Pública” o Morro do Paraglider.


2019 10 25_RODRIGO MARTINI coluna Martini_FOTO McdonaldsMcDonald´s

Aos poucos o prédio da unidade do McDonald´s em Lajeado vai tomando forma. A novidade desperta a curiosidade dos transeuntes que passam pela esquina da Av. Alberto Pasqualini com a Rua General Mallet, no bairro Americano. É comum ver pessoas espiando por sobre os tapumes da obra. A previsão é inaugurar já em novembro. E alheio aos gostos e desgostos dos clientes, a instalação da marca mundial na cidade deve atrair outros investimentos de renome.


549d6d82-d540-495f-94df-227f1d5b241eMultas e corações

A página da Câmara de Vereadores de Lajeado no Facebook faz graça com a CPI que investiga possíveis fraudes em multas. O card publicado nessa quinta-feira anuncia o depoimento de dois agentes de trânsito como sendo uma “audiência pública”, e chama o contribuinte para “prestigiar” o que parece ser um evento gracioso. Gracinhas à parte, os servidores Jaci José Feix e Jeferson da Silva Sheeren serão ouvidos a partir das 9h desta sexta-feira, no plenário.


Paz em Brasília?

O prefeito de Arroio do Meio, Klaus Schnack (MDB), viajou recentemente para Brasília para tratar de assuntos relacionados ao município. Na “carona”, também viajaram dois vereadores de Oposição ao atual governo: Roque Hass, o “Rocha”, e Vanderlei Majolo, ambos do PP. Há quem diga que esse momento de convivência deve proporcionar certa harmonia até o fim deste ano. O vereador Kiko Noronha, do PTB, também participou da “trip”. O partido dele ainda não decidiu qual rumo tomar em 2020.


Serviço gratuito?

É instigante o posicionamento do MP de Encantado. Luta para acabar com a praça de pedágio naquela região, briga para suspender a cobrança, e ao mesmo tempo cobra a manutenção integral de todos os serviços por parte da Empresa Gaúcha de Rodovias (EGR). Ao que me parece, a matemática financeira e certas noções de gestão não permitem tamanha dissonância entre as intenções da Promotoria. Ou alguém aceitaria trabalhar de graça?


Médico-Veterinário

Em Lajeado, o Ministério Público está averiguando queixas de um médico-veterinário que prestou concurso público e ainda não foi chamado pelo governo municipal. Segundo a denúncia encaminhada ao Promotor de Justiça, Neidemar Fachinetto, o denunciante reclama de preterição. Isso porque o Executivo contratou cinco profissionais da área por meio de uma empresa terceirizada.

RODRIGO MARTINI – rodrigomartini@jornalahora.inf.br

 

 

Notícias relacionadas
Cruzeiro do Sul

Cruzeiro do Sul promove o Natal em Família

A chegada do Papai Noel será no domingo, dia 15. Após, ocorre o show de Luiza Barbosa, do The Voice Kids

Univates

Confira a lista de aprovados no vestibular da Univates

Prova com redação e questões objetivas foi aplicada no domingo, dia 8

tênis

Torneio de tênis reuniu os melhores no CTC

A competição CTC Finals ocorreu no fim de semana