Versão Impressa

Jornal A Hora

Opinião

Rodrigo Martini Rodrigo MartiniJornalista

Coluna aborda os bastidores da política regional e discussão de temas polêmicos

Coluna publicada diariamente
Publicada em 24/10/2019

Lixo verde também é lixo

Uma cena curiosa bem no meio da área urbana de Lajeado chama a atenção para um problema crônico. O lixo verde acumulado na Rua Bento Gonçalves, em frente à igreja instalada na esquina com a Rua Júlio de Castilhos, praticamente se decompôs sem aparentemente ser avistado pelas equipes de limpeza contratadas a peso de ouro na cidade. Uma sucessão de erros envolvendo o responsável pelo descarte dos resíduos e o poder público. E se está assim no Centro, imagine como estarão os bairros…

Registro dia 8/10
Registro dia 8/10

As duas fotos são de minha autoria. Ao registrar a primeira imagem, no dia oito de outubro passado, tinha em mente verificar o tempo que a administração pública levaria para limpar aquela sujeira. Passou uma semana e eu voltei a fotografar. Mas resolvi esperar mais tempo. Muita chuva e tudo mais. Sabe como é, né? Então, duas semanas se passaram e o lixo verde continuava lá na tarde dessa quarta-feira. Atrapalhando, até, o tão discutido sistema de estacionamento rotativo.

Passou da conta. Lixo verde também é lixo. E os responsáveis devem ser punidos. Doa a quem doer. Afinal, é muito fácil limpar o terreno e jogar os resíduos na via pública. Se o governo está ou não de sobreaviso para o devido recolhimento, pouco importa. É dever de cada cidadão manter o lixo dentro da sua propriedade até que o responsável venha buscar. Ninguém deveria ter o direito de jogar o lixo nas calçadas ou ruas da nossa cidade, sob o risco de poluir um ambiente que é de todos.

Registro 23/10
Registro 23/10

E para quem não tem paciência para se adequar ao cronograma de recolhimento disponibilizado pelo Governo Municipal, sempre tem a opção de contratar um “tele-entulho” privado. Ou seja, dispositivos não faltam para que possamos manter nossa cidade limpa e evitar acúmulos de resíduos em vias públicas. O que falta, tanto no centro como nos bairros, é responsabilidade e cidadania. Ou cada um faz sua parte, ou seguiremos encarando tais imagens.

 


Turismo

Na próxima segunda feira, às 19 horas, na CIC de Teutônia, ocorre novo encontro entre empreendedores, entidades civis e representantes do poder público para debater o turismo local e regional. “O objetivo é um ajudar ao outro e assim todos crescem. Vamos nos reunir e contar o que aconteceu de bom nos nossos negócios no último mês e como podemos ser parceiros para melhorar”, resume o secretário de Indústria, Comércio e Turismo, Sidnei Eckert.


f5f55064-192a-413c-8244-b0844ce64cc5Reforma da prefeitura

O governo de Lajeado abriu a concorrência pública para reforma e ampliação da prefeitura. A sessão pública para abertura das propostas ocorrerá no dia 25 de novembro, às 9 horas. A licitação está disponível no site do Executivo. Estima-se um gasto inicial de R$ 1,4 milhão e o projeto é assinado pelo Arquiteto e Urbanista, Rafael Lemos Vieira. O prazo para finalizar a obra é de 120 dias.

Além da ampliação do terceiro piso e do embelezamento externo, o projeto prevê a recuperação da estrutura. Em alguns pontos surgem “patologias estruturais” causadas por infiltrações, pouco recobrimento de armaduras e falta de manutenção em pinturas.

Diante disso, será necessário reformar vigas e pilares. Por ora não há risco – o prédio atual ficou bem menor em relação ao projeto inicial. Mas nunca é demais estar precavido.


Rotativo

O polêmico projeto de implantação do estacionamento rotativo em Encantado será sancionado por um vereador. No caso, Luciano Moresco, do PT, presidente da câmara nesta legislatura. Isso porque o projeto de lei foi aprovado justamente – e coincidentemente – durante o período de férias do prefeito e do vice-prefeito. No mínimo, é curioso.


Pesquisas

Em Estrela, o grupo coordenado pelo empresário Márcio Lehnen – que projeta a indicação de Elmar Schneider (PTB) para prefeito – realiza uma série de pesquisas quantitativas e qualificativas para entender melhor o cenário local. Na próxima segunda-feira, alguns resultados serão apresentados para apoiadores e possíveis novos parceiros.


Vaidade e multa

Na semana passada, a Vigilância Sanitária de Arroio do Meio interditou uma câmara de bronzeamento artificial em uma clinica instalada no Centro da cidade. O estabelecimento também estava com o alvará de funcionamento vencido. O equipamento já é proibido para fins estéticos no Brasil desde 2009, mas o uso é permitido para fins clínicos, com acompanhamento de médicos. Além disso, o aparelho precisa estar credenciado na Anvisa. A multa prevista ao empresário pode chegar a R$ 13 mil.


2019 10 24_DIVULGAÇÃO coluna Martini_FOTO Camara de TeutôniaCâmara de Teutônia

Está marcada para o dia 18 de novembro de 2019 a abertura das propostas para reiniciar as obras da nova Câmara de Vereadores de Teutônia. O processo licitatório já foi aberto e tem como objeto a “contratação de empresa especializada para execução da etapa VI” da obra. Serão contratados, nesta etapa, alguns serviços de instalações elétricas, conforto térmico de ambientes, edificações arquitetônicas, entre outros. O orçamento previsto neste edital é próximo de R$ 400 mil.


Transporte público

Além de debater sobre a suspensão da concorrência pública do transporte público coletivo de Lajeado – cuja audiência ocorre hoje, às 19h, no Salão de Eventos da prefeitura – o prefeito Marcelo Caumo também aguarda a desocupação de uma área pública no centro da cidade, utilizada de forma irregular pela empresa Turismo Barcelos Ltda para estacionamento dos veículos. A mesma empresa é uma das atuais concessionárias do serviço e foi responsável pelo Mandado de Segurança que suspendeu, temporariamente, o referido edital.


Fundo de Segurança

Em reunião do Conselho Municipal de Segurança de Estrela (Comseg), realizada na manhã desta terça-feira (22.10), a Brigada Militar recebeu 12 capas para colete modular, adquiridas com recursos do Fundo Municipal de Segurança. A compra foi aprovada em setembro, quando assumiu a presidência do Conselho o delegado de Polícia Civil, Juliano Stobbe. O valor investido foi de R$ 2.880,00. O Comseg é formado pelo Sindicato dos Trabalhadores Rurais; Câmara de Comércio, Indústria e Serviços; OAB; Governo Municipal; Câmara de Vereadores; e Governo do Estado (Polícia Civil, Brigada Militar, Corpo de Bombeiros).

RODRIGO MARTINI – rodrigomartini@jornalahora.inf.br

Notícias relacionadas
Univates

Confira a lista de aprovados no vestibular da Univates

Prova com redação e questões objetivas foi aplicada no domingo, dia 8

Veloterra

Encantado realiza a final do Regional do veloterra

Parque João Batista Marchese irá sediar etapa noturna no sábado

País

INSS cria programa para identificar benefícios irregulares

A medida integra e cruza dados das instâncias administrativas do órgão, como diretorias de governança, … Leia mais