Versão Impressa

Jornal A Hora

Opinião

Ardêmio Heineck Ardêmio HeineckEmpresário e consultor

Publicada em 16/03/2019

Tu és daqui?

No Portal da Câmara da Indústria, Comércio e Serviços do Vale do Taquari – CIC Vale do Taquari, descobri dados interessantes sobre nossa região. É formada por 36 municípios e localiza-se na Região Central do Estado, a uma média de 150 quilômetros de Porto Alegre. A cidade polo é Lajeado, mas, diferente de outras regiões, onde apenas um município se destaca, em nosso meio temos diversos municípios de expressão que lideram microrregiões. Isto é bom, pois auxilia na obtenção de um salutar equilíbrio socioeconômico regional.

 

A área é de 4.826,7 km² (1,79% da do RS) com 350 mil habitantes (3,11% do RS) com origem em várias etnias: alemã, italiana, negra, portuguesa e portuguesa/açoriana, dentre outras. Pela atratividade do Vale, recebemos dois mil migrantes/ano de fora. Somados aos que aqui residem, ajudam a formar a “raça Vale do Taquari”, trabalhadora, inovadora, alegre, culta, politizada, digna e cumpridora dos seus deveres. Importante que quem aqui chega, incorpore estes valores. E nesta tarefa devem ombrear-se o poder púbico e a iniciativa privada. É uma obrigação nossa para assegurarmos uma região “do bem” e próspera para as gerações que nos sucederem.

 

Logisticamente nossa localização é estratégica, com acesso a outros pontos do estado, país e exterior por rodovias pavimentadas e um entroncamento intermodal hidro-ferro-rodoviário (“Porto de Estrela”). Nos conectamos bem ao aeroporto internacional de Porto Alegre, ao porto de Rio Grande e aos terminais marítimos de Santa Catarina, o que é relevante para despacharmos o que aqui produzimos e recebermos mercadorias e insumos.

 

Economicamente, no meio rural destacam-se as pequenas e médias propriedades familiares, onde dezenas de milhares de produtores dedicam-se à agricultura e pecuária, levando nossa região a ocupar a segunda colocação em produtividade rural no estado (R$/Km²). Nos demais setores sobressaem-se atividades ligadas à indústria, serviços e comércio, denotando uma saudável diversificação.

 

Praticamente 80% da atividade produtiva gira em torno do agronegócio. Temos como forte característica a produção de alimentos, podendo autodenominar-nos, com justiça, “Vale dos Alimentos”. Destacam-se os derivados lácteos, de frango e de suínos, doces, chocolates, bebidas, etc. Seguem-se mais polos relevantes que temos: moveleiro, calçadista, ervateiro, perfumes, floricultura, chás, vitivinícola, dentre outros. Nos pequenos municípios destaca-se a agropecuária, enquanto nos maiores sobressaem-se atividades ligadas à indústria e ao setor de serviços e comércio.

 

Enfim, com tudo isso, em meio a vales e montanhas, poderíamos dizer que quem aqui está chegou à Canaã, a bíblica Terra Prometida. Se tu és daqui, sabes do que estou falando. Porém, nada disto é de graça e perene se não nos mexermos. Nós usufruímos de condições construídas, palmo a palmo, gota a gota de suor, por todos, desde os que aqui aportaram em meados do século 19, sob condições inóspitas, com poucos recursos, tomados por uma saudade intensa de terras e familiares que deixaram ao longe, premidos pela necessidade. Escolas, hospitais, comunidades religiosas, sociedades de canto, clubes recreativos, tudo, enfim, foi surgindo mercê do espírito associativo privado. Não esperavam pela “teta” do Estado. Do nada surgiu tudo isto, não gratuitamente, mas graças ao espírito da “população Vale do Taquari”, moldada a “sangue, suor e lágrimas” por gerações, por centenas de anos, até os dias de hoje.

 

Contudo, são os “dias de hoje” que preocupam. Nem conseguimos manter o que nos foi legado, que dirá acrescentar o necessário à perenização do bem-estar atual. Mas isto é um bom tema para meu próximo artigo, neste espaço.

Notícias relacionadas
Solidariedade

CTC promove jogo em prol de Lívia Teles

A 1ª edição do Amigos do Hugo de León e Seleção da Copa CTC/Construtora Diamond de Minifutebol ocorre no… Leia mais

Polícia

Quatro pessoas são presas após roubo nas Lojas Americanas

Brigada Militar seguiu o veículo pela BR-386 e recuperou os objetos roubados

Lajeado

Delegacia de combate ao crime organizado é inaugurada nesta quarta-feira

Solenidade contou com a presença da Chefe da Polícia Civil no estado, a delegada Nadine Anflor