Edição 07/04/2020 Edição impressa

Terça-Feira08 de Abril, 2020

Estrela

Cinco mil eleitores perdem prazo e têm títulos cancelados

No último dia do recadastramento, cartório eleitoral atendeu mais de 300 pessoas. Tempo de espera chegou a três horas

Por

Cinco mil eleitores perdem prazo e têm títulos cancelados
Pensar O Vale

O pintor Carlos Augusto Barth, 56 anos, chegou ao cartório eleitoral às 13h20 de ontem para pegar uma ficha de atendimento. Depois de muita espera, às 16h20 ele conseguiu concluir o processo de recadastramento biométrico e sair com seu título de eleitor regularizado. “A gente esquece e vai deixando, vai empurrando. Sabe como é o brasileiro, né? Acaba ficando para a última hora, daí tem que fazer um esforço a mais”, explica.
Assim como ele, cerca de 700 eleitores estrelenses deixaram para fazer a biometria no último dia do prazo. Destes, 312 foram atendidos ontem, cerca de 100 foram agendados para hoje, em função do excesso de demanda e há ainda quem tenha desistido ou buscado o cartório por outras razões.
No momento em que Barth saiu, cerca de 30 pessoas ainda aguardavam do lado de fora pelo atendimento. Quem chegava àquele horário pegava uma senha com quase 200 atendimentos pela frente.
Barth justifica que boa parte do eleitorado deixa para depois até o limite do prazo. Mesmo diante da grande fila que saia pela porta do cartório, ele defende que é importante fazer a regularização por dois motivos: “É a gente quem faz a diferença nas eleições. Vamos votar para botar as pessoas certas lá. E também por causa dos documentos, que ficam trancados”, conclui

Carlos Barth esperou  três horas na fila

Carlos Barth esperou
três horas na fila

Quem perdeu prazo precisa regularizar

Os cinco mil eleitores que não atenderam ao prazo tiveram os títulos cancelados. O número representa 19,5% dos 25,6 mil votantes do município.
O chefe do cartório eleitoral do município, Sandro Ferrari, alerta que ainda assim é importante quitar a situação eleitoral até maio de 2020 para estar apto a votar nas eleições de outubro.
“Aqueles que perderam o prazo terão o título cancelado e devem vir ao cartório o quanto antes, trazendo identidade e comprovante de residência. Não é cobrada nenhuma taxa”, diz. Ferrari.

Na região, só falta Lajeado

Com o fim do prazo para recadastramento em Estrela, o único município do Vale do Taquari que ainda não concluiu este processo é Lajeado. Na cidade, o prazo é até 11 de maio de 2020. Ainda assim, o ritmo da procura preocupa o cartório local.
Até o fim da tarde de ontem, o site do TRE indicava que quase metade dos eleitores lajeadenses ainda não haviam comparecido. Faltam 26,4 mil dos 60,2 mil eleitores do município.
 

MATHEUS CHAPARINI – matheus@jornalahora.inf.br

bravo