Exportação

Do Vale do Taquari para Colônia e Dubai

Neugebauer Divine, Docile, e Florestal integram duas das maiores feiras mundiais do setor de alimentos

Por

Hallendurchblick, Impression von der ISM 2020, Halle 10.2

Por

Do Vale do Taquari para Colônia e Dubai
Hallendurchblick, Impression von der ISM 2020, Halle 10.2
Vale do Taquari
Pensar O Vale

Quatro indústrias da região aproveitam fevereiro para buscar novos clientes no mercado externo. As marcas Divine Chocolates, Docile, Florestal/Boavistense/Flofarma e Neugebauer participaram da ISM Cologne, na Alemanha, e se preparam para a Gulfood Dubai, nos Emirados Árabes.

A feira em Colônia reuniu 37 mil visitantes de 148 países entre os dias 2 e 5 deste mês. Principal evento de negócios na área de doces e snacks do mundo, a ISM completou 50 anos de existência em 2020. Já a Gulfood vai para a 25ª edição. O evento começa neste domingo, 16, e vai até o dia 20, com expectativa de resultar em US$ 1,4 bilhão em negócios.

 

Florestal Alimentos expôs portfólio com mais de 100 lançamentos

A Florestal Alimentos completou sua 20ª participação na feira de Colônia. De acordo com o CEO da empresa, CEO Maurício Weian, o evento ajuda a estreitar laços com clientes, prospectar novos compradores e oportunidades de negócios, além de verificar e acompanhar as tendências mundiais. “Por estarmos presentes em 82 países, nossa participação é imprescindível.”

A Florestal apresentou na feira mais de 100 produtos lançados ao longo de 2019. “São lançamentos trabalhados ao longo do ano junto aos clientes, mas que na feira recebem maior atenção do time comercial.”

A Docile integra o evento faz dez anos e chega a sua terceira participação consecutiva. A empresa enxerga a feira como uma oportunidade para fortalecer a relação com a atual carteira de clientes e elaborar o planejamento para o ano. Entre os resultados estão contatos na América do Norte, Europa e Oriente Médio.

 

Na Docile, destaque para balas de gelatina, marshmallow e regaliz

De acordo com o gerente de exportações da Docile, Cristian Ahlert, este é o terceiro ano que a Docile participa da ISM Cologne com estande próprio. “Estamos com uma expectativa muito boa, pois aproximadamente 50% da nossa carteira de clientes nos visitou durante o evento.”

 

Conforme Ahlert, durante a feira também foi possível perceber as principais tendências do setor. Segundo ele, o mercado tem buscado novidades, seja em sabores inusitados ou apresentações inovadoras. Também estão em alta os produtos com redução de açúcares e sem ingredientes alergênicos, que ainda são produtos de nicho, mas alcançam cada vez mais espaço.

 

Divine Chocolates integrou pavilhão Brasil da ISM Cologne

Participando da ISM pelo segundo ano consecutivo, a Divine Chocolates aposta na feira como forma de expandir a presença da marca no mercado externo.

De acordo com a coordenadora de marketing, Verônia Dadalt, o destaque deste ano foram os produtos da linha zero açúcar e lactose. “Somos uma marca na qual todos os produtos são sem glúten e gordura hidrogenada, e isso chama muita atenção do mercado”, afirma. O chocolate orgânico Divine Healthy chamou atenção da imprensa internacional, com destaque no site confectionerynews.com.

 

Mercado árabe

A partir desse domingo, as quatro indústrias da região participam da 25ª Gulfood, em Dubai, nos Emirados Árabes. Conforme Cristian Ahlert, é uma feira mais generalista, que abrange alimentos em geral. “É um público diferente, com exigências únicas.”

Para Verônica Dadalt, as expectativas da Divine são boas devido ao prêmio recebido no ano passado na feira Yumexx, também em Dubai, e pelo certificado Halal, conquistado no fim de 2019. “Nossa ideia é prospectar clientes na região, assim como compreender o comportamento dos participantes do evento.”

Conforme Maurício Weian, a Gulfood não recebe somente os empresários do oriente médio, mas também do continente africano considerando a localização geográfica favorável. “A feira vem crescendo ano a ano e isto reforça nossa necessidade e participar.”

Ao todo, 103 empresas brasileiras participam da feira, entre elas está a BRF, que também possui fábricas no Vale do Taquari. Dessas, 63 serão levadas pela Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e estarão nos pavilhões Nacional, Bebidas, Grãos, Carnes e Frangos.

Outras 18 serão levadas pela Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) e 22 estarão com a Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carne (ABIEC), com quem a Agência também promove a internacionalização do setor.

bravo