Educação

PENSE amplia inscrições e projeta novidades

Patrocinadores reforçam continuidade do programa e estabelecem medidas para fortalecer o terceiro ciclo da iniciativa

Por

PENSE amplia inscrições e projeta novidades
Estado
Pensar O Vale

O recomeço do ano letivo também é o momento ideal para analisar acertos e estabelecer melhorias para o Programa Ensino e Educação (PENSE). Na noite dessa quarta-feira, equipe do A Hora e os representantes dos patrocinadores se reuniram para debater o caminho da iniciativa para 2020.

A análise comum entre os participantes é a necessidade de criar mais vínculo com os docentes e instituições de ensino. No ano passado, a greve do magistério interferiu inclusive no número de inscrições no concurso. O número abaixo do esperado fez com que a organização ampliasse o prazo do edital à segunda premiação.

Agora, professores, alunos e escolas terão até outubro para inscrever projetos e redações. A premiação também está em análise, sem interferir no valor global dos reconhecimentos, que gira em torno dos R$ 150 mil.

O PENSE é idealizado pelo Grupo A Hora e conta com o apoio da Secretaria Estadual de Educação (Seduc), Associação dos Municípios do Vale do Taquari (Amvat) e com o patrocínio da cooperativa de crédito Sicoob, do Instituto Dale Carnegie, do Centro Regional de Oncologia (CRON) e da Univates.

Para os integrantes das organizações participantes, o PENSE é importante por buscar valorizar os professores e alertar a sociedade sobre a responsabilidade de cada um na defesa por uma educação de qualidade.

Os patrocinadores acreditam que só por meio da educação é possível ter sociedade melhor. O conhecimento é fundamental para formar indivíduos atuantes, críticos e preparados à construção de uma comunidade mais justa, fraterna e igualitária.

A reunião teve a presença do médico do Cron, Renato Cramer, dos representantes do Instituto Dale Carnegie, Gabriel Garcia e Beatriz Vieira, da gerente de Relacionamento da cooperativa Sicoob, Michele Hagemann, do pró-reitor de Ensino da Univates, Carlos Cyrne e da equipe do A Hora.

Ao lado do professor

Criado em 2018, o PENSE tem como uma das principais atividades as caravanas nas escolas. Nestes dois anos de atividade, foram 14 visitas as escolas, com a participação de mais de 3 mil alunos e 400 professores.

Conforme a secretária executiva do Grupo A Hora e coordenadora das atividades institucionais, Lisiane da Silva, os movimentos para este ano vão no sentido de garantir mais engajamento e participação das instituições de ensino, sejam privadas, municipais ou estaduais.

Criar canais para troca de ideias e debates acerca da educação são metas para o ano, afirma o diretor geral do A Hora, Adair Weiss. Uma forma de tornar essa projeção realidade é levar o PENSE para as ondas da rádio A Hora, que entra em atividade no próximo mês. Tanto Weiss quanto o médico do CRON, Renato Cramer e o pró-reitor de Ensino da Univates, Carlos Cyrne, acreditam que esse meio tem capacidade de ampliar o alcance do PENSE e torná-lo mais efetivo na relação com a comunidade regional.

bravo